Escolha sua Banheira Spa

Escrito por

 

A ideia dos spas deriva das termas, que no início eram construídas em locais aonde haviam nascentes naturais de águas medicinais.

Logo, as termas passaram a ser, também, locais de socialização e lazer.

Apesar de oferecerem vários outros serviços de bem-estar, como alimentação balanceada, exercícios e massagens, ainda hoje os spas são definidos como espaços para tratamentos terapêuticos através da imersão, vapor ou infusões de água.

Um dos seus itens mais expressivos é a banheira de hidromassagem, ou banheira spa.

Conheça agora os tipos e confira fotos dos melhores projetos.

Um Spa Dentro de Casa

banheira spa

Spa fornecida pela Bella Telha. Projeto da arquiteta Cibelle Petrangelo.

Com a modernização e a busca pelo lazer dentro de casa, os fabricantes de banheiras spa começaram a oferecer modelos que atendam também residências.

A spa pode ser pequena ou ainda uma que atenda a família e os amigos. Muitas vezes elas substituem piscinas convencionais.

Para o mesmo modelo de spa é possível encontrar várias versões.

As mais simples possuem itens básicos como jatos de hidromassagem, filtro, bomba, comando de ar; as mais luxuosas dispõem de diversos outros recursos, entre eles:

• TV LCD à prova de água
• Ozonizador (faz o tratamento da água a base de ozônio)
• DVD
• Jatos e mini jatos rotativos
• Acionamento eletrônico com sensor de nível
• Cromoterapia eletrônica (com quantidades de pontos variáveis)
• Almofadas articuladas
• Aquecimento eletrônico
• Capa térmica de proteção

Materiais para Banheiras de Spa

banheira spa

Spa fornecida pela Bella Telha. Projeto da arquiteta Luciana Bicheri.I

No Brasil são comuns dois tipos de materiais para a fabricação do casco de uma banheira spa.

O material mais conhecido é a fibra de vidro ou, tecnicamente, “gel coat” (gel de revestimento).

A outra opção é o acrílico, que é um material mais nobre e indicado.

Há, ainda, os modelos em alvenaria.

Spas em Gel Coat/ Fibra de Vidro

banheira spa

Spa fornecida pela Bella Telha. Projeto da arquiteta Simone Tasca.

O gel coat é um tipo de resina.

É como se fosse uma tinta mais grossa que quando endurece toma o aspecto de louça sanitária.

No processo de fabricação esse gel é aplicado em uma forma positiva, que tem o formato preciso da banheira spa.

Após o prazo de secagem ele endurece e, a partir daí, essa “pintura” é reforçada com a laminação de várias camadas de fibra de vidro, que vão garantir o reforço estrutural do casco da banheira.

Depois de desenformada a banheira passa por um polimento – está concluída a primeira etapa de fabricação.

banheira spa

Spa fornecida pela Bella Telha. Projeto do arquiteto Sylvia Ferraro.

É muito comum observar spas instalados em áreas externas, que ficam expostos ao tempo, ao sol, poeira e a chuva.

O sol é um agente agressor à maioria dos materiais de acabamento e tipos de pintura.

Repare que até mesmo a pintura do seu carro desgasta-se com a ação do tempo.

Se você optar por uma banheira spa em fibra de vidro, que é a opção mais barata, lembre-se sempre de protegê-la do sol com algum tipo de capa.

Caso contrário, com o passar do tempo, o acabamento branco (no Brasil a maioria das spas é branca) terá um desgaste gradual, tendendo a amarelar.

Outro ponto que você precisa observar é o de não deixar a água suja parada muito tempo dentro da banheira.

Em casos extremos, isso poderá manchar o casco da banheira SPA que em gel coat tem uma micro porosidade onde a sujeira pode agarrar-se e tornar a limpeza difícil.