Introdução ao Treinamento de Cães

Escrito por

Cães educados são mais fáceis de conviver, mais confiáveis e menos ansiosos. Um bom treinamento é chave para alcançar essas condições.

São animais que poderão acompanhar seus donos por locais públicos sem causar transtornos e que ficarão mais tranquilos durante uma viagem com a família ou mesmo durante uma visita ao veterinário.

Adestramento de Cães é Maldade?

De jeito nenhum! Os cães são animais extremamente inteligentes, capazes de aprender comportamentos, relacionar causas e consequências e hábeis em resolver problemas.

Muitos cães, porém, vivem nas grandes cidades, dentro de casa, sem qualquer tipo de estímulo.
Ficam entediados e podem desenvolver comportamentos destrutivos, manias ou até mesmo se automutilarem.

treinamento de cães

Ao ensinar comandos e truques, damos a eles algo para pensarem, problemas para resolverem, de forma a canalizar sua energia de forma positiva e saudável.

O treinamento deve ser sempre algo prazeroso para o cão através do reforço positivo, e nunca pelo uso da força ou amedrontamento.

O Treinamento de Cães Vai Contra seu Instinto Natural? Meu Cão Não Deve ser Livre?

A partir do momento em que domesticamos os cães e os trouxemos para o nosso convívio já os privamos de expressarem grande parte de seu comportamento natural.

Nossos cães não vivem mais em matilhas, não percorrem muitos quilômetros todos os dias, não caçam seu próprio alimento. Além disso, muitos dos comportamentos naturais dos cães não são tolerados por nós, humanos.

É natural latir, marcar território com urina e fezes, rolar em restos de animais mortos e mais um monte de atividades nada convenientes para seus donos!

Portanto, ao ensinar regras de boa convivência, estamos na realidade libertando-os para nos acompanharem, com segurança, às nossas mais diversas atividades.

O Que É Reforço Positivo?

treinamento de cães reforço positivo ll

Uma bola pode ser um reforço positivo.

Quando dizemos que treinamos ou adestramos um cão, nada mais é do que condicioná-lo a efetuar um comportamento como resposta a um estímulo.

É importante não premiar os comportamentos indesejáveis. Ignorar o comportamento e desviar a atenção do cão é a forma mais rápida de fazer com que o comportamento desapareça.

Parece complicado? Mas não é!

Os cães estão sendo condicionados a todo o momento, mesmo que seus donos nem percebam.

Por exemplo, se o cachorro late enquanto você toma café-da-manhã e você joga um pedaço de pão para que fique quieto, você o está condicionando através de um reforço positivo.
Ele rapidamente percebe que, ao realizar aquele comportamento – latir -, receberá o que deseja – o pedaço de pão.

Entendendo esse processo simples, fica fácil utilizar o condicionamento positivo para estimular e reforçar os comportamentos que desejamos no cão.

Aquele mesmo pedacinho de pão pode, por exemplo, servir como recompensa quando ele permanece quieto enquanto as pessoas realizam suas refeições.

Quando Começar a Treinar o Cachorro?

treinamento de cães - adestramento

O treinamento deve começar assim que o cãozinho chega a sua nova casa.

As regras devem ser claras desde o início – não deixe que ele pule em você se não quiser que ele tenha esse comportamento quando adulto, por exemplo.

Através do uso do reforço positivo, a partir dos 60 dias de vida o filhote já é capaz de assimilar comandos como sentar, deitar e vir quando chamado.

“Cachorro Velho não Aprende Truque Novo”?

Nada disso! Esse velho ditado popular não passa de um mito.

Cães de qualquer idade são perfeitamente capazes de aprenderem novos comportamentos, basta que sejam estimulados a isso.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: blumenbiene, homespot hq, opalset, MattHurst, SuperFantastic, theilr