Pulgas em casa, como controlar e eliminar?

Original: http://www.fazfacil.com.br/manutencao/pragas-domesticas-pulgas/ Escrito por

Pulgas…

 

São insetos ectoparasitas hematófagos do homem e de outros animais de sangue quente.

As espécies mais importantes são:

Pulga do homem (Pulex irritans), pulga do gato (Cetenocephalides felis) e a pulga do cachorro (Cetenocephalides canis).

A pulga dos ratos (Xenopsylla cheopis) é a mais perigosa para o homem, sendo um dos vetores da peste bubônica ou peste negra.

Outra espécie de caráter importante é a pulga da galinha (Echidnophaga gallinacea).

Ciclo de vida

As pulgas são insetos de metamorfose completa. Ou seja, durante seu ciclo de vida apresentam as quatro formas clássicas:
ovo – larva – pupa e adulto.

Ovo
50% do problema são os ovos que são depositados pelas pulgas adultas no cachorro.
Eles logo caem no ambiente e eclodem dentro de 1 a 6 dias, formando as larvas.

Larva
35% do problema são as larvas que possuem fototropismo negativo e geotropismo positivo, buscando assim lugares profundos e escuros para se protegerem da luz e ressecação. As larvas se transformam em pupas dentro de 7 a 15 dias.

Pupa
10% do problema são as pupas que se assemelham ao casulo do bicho-da-seda.
Como as pupas são pegajosas, partículas do ambiente grudam nelas, o que as torna praticamente impermeáveis e as protegem dos produtos de limpeza e de dedetizações.
Além disso, elas podem permanecer no ambiente por até 6 meses, antes de se transformarem em pulgas jovens novamente, o que dificulta bastante seu controle ambiental.

Pulga Adulta
Somente 5% do problema são as pulgas adultas que estão no cachorro e que são visíveis. Elas conseguem pôr de 20 a 50 ovos por dia.

Medidas preventivas para controle de pulgas

1 – Retirar o acúmulo de poeira e detritos em frestas de assoalho, carpetes, tapetes, etc …

2 – Manter o assoalho e as junções do rodapé, calafetados e encerados, pois a cera tem efeito desalojante.

3 – Adotar medidas de prevenção e controle de roedores, para evitar instalação por pulgas provenientes dos mesmos.

4 – Cuidar da higiene dos cães, gatos e outros animais domésticos, mantendo sempre limpos seus locais de repouso.

fontes: Bayer – Merial – CVS

Pulgas como controlar !

 

Propagação

Os animais de companhia não pegam pulgas de outros animais infestados. Ao contrário do que se acredita, uma pulga não pula de um animal para outro, ou de um animal para o homem.

Na verdade, os ovos são a origem da infestação, sendo que o proprietário pode introduzir pulgas em sua casa também quando, inadvertidamente, ovos se fixam às roupas ou sapatos e são carreados para dentro das casas.
Uma vez dentro de uma residência, as pulgas se reproduzem rapidamente.

O controle das pulgas deve sempre ser feito no ambiente e nos animais.

Medidas de Controle

Algumas medidas podem ser tomadas para evitar ou até mesmo eliminar a infestação por pulgas numa residência, tais como:

1. Colocar sempre uma toalha limpa onde o animal dorme lavando-a uma vez por semana.
Dessa forma, eliminam-se os ovos que são periodicamente depositados sobre o hospedeiro.
Se o piso da residência for de tacos ou tábuas, todos os vãos existentes devem ser calafetados, uma vez que podem servir de abrigo.

2. Fazer o uso de aspirador de pó, semanalmente, desta maneira removem-se as formas jovens das pulgas presentes no ambiente. Além disso, o aspirador de pó alcança locais que muitos inseticidas não conseguem atingir.
Sempre descartar o filtro do aspirador após a limpeza, uma vez que as larvas das pulgas podem eclodir dos ovos coletados pelo aspirador ou pulgas adultas podem emergir de suas pupas e reinfestar o ambiente.

3. Cortar a grama e limpar quintais e jardins periodicamente para evitar ambientes úmidos e propícios para o desenvolvimento das larvas.

4. Animais que são levados, freqüentemente, para passeios na rua ou parques devem estar sempre protegidos por produtos com efeito residual.
Durante esses passeios os animais se reinfestam e é mais fácil evitar a introdução de pulgas na residência do que controlá-las depois de instaladas.

Consultar sempre um Médico Veterinário o qual indicará o produto mais adequado a ser utilizado.

Processo de Controle

O controle de pulgas é um processo que deve levar em consideração três etapas:

a) limpeza:

antes da aplicação dos produtos químicos deve-se fazer uma limpeza completa do local.
Passar o aspirador em baixo dos móveis, frestas, e ao longo das paredes.

Jogar fora e/ou queimar a poeira retirada do aspirador. Lavar toda a área a ser tratada.

b) aplicação do inseticida:

Este deve ser feito com produto apropriado, levando em consideração todas as normas de segurança estabelecidas pelos fabricantes.
Durante a aplicação não deve haver circulação de pessoas e de animais domésticos.

c) Se necessário, reaplicação do inseticida:

Esta fase deve ser realizada porque as pulgas têm um ciclo de vida com 4 fases: ovo, larva, pupa e adulto e o inseticida somente será efetivo com as larva e com os adultos.

Os inseticidas normalmente usados têm efeito residual superior ao período de reprodução das pulgas, por isso há uma expectativa de extermínio do
problema após três semanas. Porém, nos locais que são lavados com freqüência deverá haver uma reaplicação do inseticida, para matar os insetos que estão eclodindo em locais onde o produto químico foi removido.

fontes: www.biologico.sp.gov.br – tecnomad

Infestação – Eliminando pulgas do ambiente

Sugerimos o produto da Bayer: K-Othrine SC 25 comumente à venda em lojas de produtos veterinários.
Por experiência própria sabemos que durante as 24 horas seguintes à administração do produto as pulgas ainda reajem, mostrando- se altamente vorazes.
Passado este prazo o ambiente fica limpo.

É importante também voltar a aplicar o produto em quantidade mais branda 15 dias após a primeira aplicação. É o período quando algumas larvas que não foram afetadas pela química eclodem re-iniciando o ciclo.

Com este tratamento feito de forma adequada você se livra das pulgas por um período prolongado.

* Siga categóricamente as recomendações da bula do fabricante.
Lembre-se que qualquer pesticida é tóxico, daí ser importante o uso de máscara protetora durante a aplicação.
Este produto só é recomendado para ambientes externos, jardins, garagem, pátios, etc.
Não o use para aplicações no interior da casa.

Para eliminar infestações de pulgas no interior de casa ou apartamento recomendamos que contrate emprêsas de dedetização.
Elas saberão orientá-lo nas medidas preventivas quanto a toxidez do remédio para sua família e quanto aos produtos mais indicados para as características de sua casa ou apartamento.

Shampoo Anti Pulgas para caes e gatos

1 – Material

200 ml de Base De Shampoo Neutra Anti-Pulgas
800 ml de Água Deionizada
Essência De Erva Cidreira / Capim Cidreira ou Citronela – 15ml
Extrato Glicolico De Abacate – 10ml
Óleo De Citronela – 5ml

2 – Colocar A Base Em Um Recepiente.

3 – Adicionar Água Lentamente Mexendo A Cada Vez Que Colocar.

4 – Após Adicionar Toda a Água O Shampoo Tera Consistência De Gel. Adicionar O Extrato Glicolico.

5 – Misturar O Óleo de Citronela e a Essência e Adicionar À Mistura.

6 – O Shampoo Anti Pulgas está pronto.
Se desejar pode ser adicionado corante a base de agua. Naturalmente ele ficará com uma tonalidade Bege.
O produto ficará extremamente cremoso e brilhante.

Se desejar um Shampoo com consistência Gel é só não adicionar o Óleo.

 * Fotos – clique

Anti Pulgas para caes e gatos

Para espantar as pulgas da cama do seu animal doméstico, forre a cama de seu animal com pétalas de rosa.
Ou pingue no corpo do animal um pouco de essência de rosa (compra-se em casa de produto natural).

Se o animal for cachorro, banho com sabonete “Phebo” preto 1 vez por semana fazem as pulgas desaperecer.

Colocar ramos da erva de Santa Maria também ajuda espantar as pulgas dos lugares onde ficam os animais domésticos (principalmente o cachorro).