Morcegos

Escrito por

Quando é preciso expulsar morcegos

 

Se você encontrou morcegos morando no forro, em fendas de paredes, ou outros locais de sua casa, e precisa desalojá-los, existem procedimentos humanitários e criteriosos para expulsá-los e fazer que não voltem mais.

O primeiro passo, é identificar o local por onde os morcegos entram e saem.

A melhor hora para procurar os morcegos é ao pôr do sol, quando eles saem do seu descanso diurno.

Uma vez localizado o ponto de passagem dos morcegos, coloque tela, ou rede plástica, sobre a abertura e vede todos os lados da tela, exceto a parte de baixo, de tal forma que os morcegos possam sair, mas não entrar de volta.

Deixe a tela com essa abertura pelo menos por uma semana, até que todos os morcegos tenham ido embora.

O último passo é fechar a abertura, para que os morcegos não passem mais por ela.

Antes de iniciar esse procedimento de expulsão, é importante ter certeza de que não existem filhotes dentro. Por não saberem ainda voar, os filhotes ficarão aprisionados e morrerão de fome, causando um sério problema de mau cheiro, além do que seria uma crueldade desnecessária.
Caso você tenha dúvidas de como proceder, peça a orientação um especialista ou de um órgão oficial em sua região, que poderá informá-lo sobre a época de procriação dos morcegos e o período mais seguro para evitar a possibilidade de existência de filhotes.

 Moradias mais comuns dos morcegos

Os abrigos mais utilizados pelos insetívoros são as edificações.
A falta de conservação, falhas na construção e até detalhes arquitetônicos, criados para embelezamento, acabam constituindo verdadeiras “cavernas artificiais” para alojá-los.

Para evitar que sua casa seja empregada pelos morcegos como refúgio verifique seu telhado com freqüência, fixando telhas soltas e vedando com tela de nylon as aberturas existentes. Uma solução que resolve em vários dos casos é o uso de telhas transparentes em parte do telhado.

Por vezes detectamos o uso de parte da residência para isso, evidenciado pelo acúmulo de fezes, restos de fruto ou sementes. Os morcegos evitam lugares iluminados ou com ruídos.
Na grande maioria dos casos, podemos evitá-los mantendo a luz acessa ou ligando um rádio por alguns dias consecutivos.

Os morcegos apresentam estritamente atividade noturna, geralmente iniciando seus vôos durante o crepúsculo.
Necessitam durante o dia repousar em locais calmos. Vários locais de residências humanas podem ser utilizados para tal fim, além das árvores do quintal.
Em locais próximos a estes refúgios podem ser observadas entradas eventuais de morcegos.
Para evitar esse inconveniente pode-se impedir a entrada com telas de nylon ou redes.

Caso seja necessária a remoção dos morcegos refugiados, método pouco oneroso é utilizar-se bandeirolas de plástico amarradas a pequeno intervalo em cordel cercando todo refúgio. Na grande maioria das vezes os morcegos mudam-se devido à dificuldade de deslocar-se entre as bandeirolas.

Jamais toque um morcego com as mãos. Ele poderá mordê-lo, independente do tamanho que apresentar. Apague as luzes do lugar onde o morcego entrou, abra todas as janelas ou portas para facilitar sua fuga. Lembre-se que o animal está tão surpreso você.

Se o morcego não sair coloque um pote plástico sobre este e coloque um papelão devagar entre o balde e o chão para depois virar lentamente o pote. Lacre com fita adesiva e envie-o para o zoo.