Baratas

Escrito por

 

As baratas habitam o planeta há mais de 300 milhões de anos e têm a maior capacidade de adaptação do reino animal.
Há quatro mil espécies no mundo. Transmitem 38 tipos de doenças nocivas aos seres humanos.

 

Dentro das características da praga, pode-se relatar a capacidade de sobrevivência sem se alimentar durante até um mês, sem ingerir água durante até uma semana, ficar até 40 minutos submersa e se deslocar por fendas muito pequenas de até 1,6 mm.
A ooteca é uma estrutura que tem a função de proteger os ovos das variações do ambiente, inclusive dos inseticidas, garantindo assim, a reinfestação e perpetuação da espécie.

Aliado ao seu alto potencial reprodutivo, ela produz altas infestações em um período curto de tempo e apesar de viverem aglomeradas, as baratas não são consideradas insetos sociais.

A Periplaneta americana prefere abrigos como caixas de esgoto e gordura, galerias subterrâneas, áreas de serviço, porões, sótãos, forros e áreas externas com acúmulo de material orgânico.
A Blattella germanica prefere cozinhas, depósitos de alimentos, embalagens, fornos, estufas, motores de geladeiras e freezers, conduítes, bancadas, frestas em alvenaria e armários embutidos.

Medidas preventivas para o controle de baratas

Para evitar a presença indesejada deste tipo de inseto nas residências, é necessário prestar atenção aos quatro “As” de sua sobrevivência. “Alimento, água, abrigo e acesso”. Estes são os itens procurados pelos insetos.

- Manter alimentos guardados em recipientes fechados. Guardar todos os alimentos em recipientes com tampas. Ex.: vidros e latas.

- Não guarde alimentos em caixas de papelão ou de madeira, pois neste tipo de material elas gostam de depositar ovos.

- Conservar armários e despensas fechados, sem resíduos de alimentos. Olhar cuidadosamente qualquer material antes de guardá-los (caixas, pacotes, etc).

- Verificar periodicamente, frestas e cantos de armários e paredes.
Use silicone para vedar todos os tipos de frestas e fendas. As frestas de armários e portas internas e externas, principalmente aquelas perto da pia devem ser vedadas com borracha.

- Recolher restos de alimentos e qualquer outro tipo de lixo em recipientes adequados . Colocar o lixo em sacos plásticos bem fechados e pôr para a coleta pouco antes do lixeiro passar.
Lave pelo menos de quinze em quinze dias a lixeira. Deixe-a sempre fechada e seca.

- Remover e não permitir que sejam amontoados : caixas de papelão e lixo em locais não apropriados.

- Manter caixas de gordura e galerias bem vedadas. Limpe quinzenalmente .

- Colocar tampas em ralos não sifonados. Colocar nos ralos um peso com um saco de areia.
Limpe semanalmente os ralos de cozinha, banheiro e área de serviço e jogue creolina para desinfetá-los.

- Mantenha sempre a pia limpa e seca, principalmente à noite e limpe diariamente o fogão e embaixo da geladeira.

- Colocar borrachas de vedação na parte inferior externa das portas.

- Verifique sempre as possíveis entradas para a casa como: conduítes elétricos, vizinhança infestada, canos de águas pluviais, interruptores de luz e telefone.

- Manter bem calafetados as junções de revestimentos de paredes e pisos.

- Ficar atento com os tetos rebaixados.

- Limpar periodicamente a parte posterior de quartos ou painéis.

- Remover e destruir ootecas ( Ovos de baratas ).

- Excluir a prática de fazer pequenos lanches na mesa de trabalho, protegendo os teclados dos computadores das migalhas de pão, biscoitos, etc…

- Providenciar a vedação ou selagem de rachaduras, frestas , vasos, fendas, que possam servir de abrigo para as baratas.

- Praticar limpezas úmidas, tantas vezes por dia quanto necessário para manter desengordurados. Limpar cuidadosamente e regularmente os locais onde possam acumular poeira ou restos alimentares: fornos, armários, despensas, sob pias, etc.

fonte: CVS
fonte: Bayer