Carrapatos

Escrito por

Medidas preventivas para o controle de carrapatos

1 – Lavar com frequência os abrigos de anmais domésticos, passando desinfetante após a lavagem.

2 – Vistoriar com frequência os animais domésticos, principalmente quando estiverem inquietos e com muita coceira.

3 – Vedar frestas e buracos em pisos e paredes, principalmente, quando localizados nos abrigos de animais domésticos.

4 – Manter aparada a vegetação de jardins e quintais, não, não permitindo o crescimento de capim próximo às residências.

5 – Controlar os carrapatos dos animais domésticos com a orientação de um médico veterinário.

Tratamento I

Os carrapatos devem ser removidos o mais brevemente possível.

A remoção é realizada mais adequadamente com a aplicação de vaselina ou de uma outra substância que seja irritante para o carrapato ou por meio de sua torção lenta com o auxílio de uma pinça.
A cabeça do carrapato, que não pode ser retirada juntamente com o corpo, deve ser removida porque ela pode causar uma inflamação prolongada ou pode penetrar ainda mais nos tecidos.

A paralisia do carrapato não exige tratamento, mas quando a pessoa apresenta problemas respiratórios, a oxigenioterapia ou o suporte ventilatório pode ser necessário

. As picadas do carrapato pajaroello devem ser lavadas e embebidas com uma solução antisséptica e, quando necessário, deve ser realizada a remoção da pele morta. Nos casos graves, os corticosteróides ajudam a reduzir a inflamação.
As infecções das lesões são comuns, mas, geralmente, elas podem ser curadas com uma pomada de antibiótico.

Procedimento

Muitos procedimentos, embora não recomendados, são ainda amplamente empregados como medidas visando retardar a coceira e ate a possivel febre.

Obs: Em caso de mal estar provocado por mordidas de carrapatos ou infestação, procure imediatamente um médico ou serviço de saude da sua região.

Carrapatos nos cães

Para r etirar os carrapatos dos cães: resista à tentação de simplesmente arrancar o carrapato pois, uma parte dele pode permanecer na pele e infeccionar o local.

Utilize algodão embebido em álcool, cânfora ou éter e aperte-o contra o carrapato.
Assim como nos humanos, estas substâncias podem entorpecer o carrapato e ele “desmaia”, facilitando a sua retirada.

Solução ecologica

Se seus animais de estimação estão infestados, lave-os bem com sabão e água morna.

Seque-os completamente e enxágue-os com uma solução preparada com meia xícara de alecrim colocada em água fervente e descansada por 20 minutos.

Espalhe a solução por todo o animal e deixe-o secar ao ar livre. Não use toalha.
Para prevenir infestações, acrescente levedura de cerveja e alho às refeições do seu animal de estimação.

fonte: Greenpeace Brasil
fonte:Merck
fonte: CVS