Modelos de Geladeira: Qual o Melhor para Você?

Escrito por

 

O segmento de refrigeradores é um dos mais amplos dentro do mercado de eletrodomésticos, tendo uma enorme variedade de marcas, modelos, tamanhos e características especiais.

Toda essa gama de opções pode causar uma grande dúvida na hora de comprar um refrigerador novo: uma porta ou duas? Frost Free ou Cycle Defrost? Normal ou invertido?

Para acabar com essas dúvidas, confira algumas dicas de como escolher o refrigerador para cada tipo de necessidade.

Número de Portas da Geladeira

tipos de geladeiraO número de portas é uma das principais características de um refrigerador, influenciando diretamente no seu uso e de como ele irá combinar com a sua cozinha.

Caso você more sozinho, tenha uma família pequena ou, ainda, tenha uma cozinha mais compacta, o mais indicado é optar por um refrigerador com uma porta.

Esse tipo de modelo tem, em um único compartimento, a geladeira e o freezer.

Assim, você aproveita ao máximo o espaço da cozinha e não precisa pagar muito caro por um modelo mais espaçoso do que você realmente precisa.

Porém, se sua família for grande e/ ou você necessite de um refrigerador para armazenar uma grande quantidade de alimentos, então sua escolha deve ficar entre um modelo duplex, side by side ou inverse:

Refrigeradores duplex possuem um compartimento para a geladeira e outro para o freezer, trazendo mais praticidade, economia e conforto.

Os modelos side by side têm uma porta para a geladeira e outra para o freezer, sendo ideais para quem precisa guardar muita coisa em ambos.

Já os refrigeradores inverse são os mais avançados do momento: nesse tipo de eletrodoméstico, o freezer fica posicionado abaixo da geladeira, e isso traz muito mais facilidade e praticidade para o dia-a-dia, já que o refrigerador (geralmente usado com maior frequência) fica a uma altura mais acessível.

Tecnologias de Descongelamento dos Refrigeradores

Juntamente com o número de portas, a forma como o refrigerador realiza o desgelo (se é que realiza!) é outro fator decisivo na hora de escolher qual modelo levar para casa.

Atualmente boa parte dos refrigeradores possui alguma forma de descongelar o freezer que não seja manual.

Porém, esses modelos são geralmente mais caros do que um refrigerador que só possibilita o descongelamento manual.

Por isso, é importante definir claramente qual o valor que você pretende investir no novo refrigerador e se possui tempo e disposição para descongelá-lo (mesmo que esporadicamente).

Abaixo você confere os tipos de descongelamento mais comuns:

  • Degelo manual: como o nome indica, você precisa realizar o degelo manualmente, desligando o refrigerador da tomada. O lado ruim é que esse processo precisa ser feito periodicamente; já a parte boa é que refrigeradores desse tipo possuem preços mais baixos;
  • Degelo Semiautomático: esse sistema é muito parecido com o manual; a diferença é que não é necessário desligar o refrigerador da tomada. Também é mais indicado para quem não prioriza ao máximo a praticidade e procura um modelo mais acessível;
  • Cycle Defrost: Uma variação do degelo manual, esse sistema tem a capacidade de diminuir muito o acúmulo de gelo no freezer. Por isso, seu degelo (que é feito manualmente), só se faz necessário duas vezes por ano. Esse é um meio-termo, sendo perfeito para quem não quer descongelar o refrigerador frequentemente e procura um modelo mais barato do que o frost free;
  • Frost Free: Graças a esse sistema, o refrigerador não precisa ser descongelado nunca. Por isso, é mais indicado para quem quer total conforto e praticidade na cozinha. Além disso, refrigeradores desse tipo geralmente possuem tamanhos maiores, o que possibilita mais espaço de armazenamento. No entanto, também são os mais caros do mercado.