Tudo Sobre Lareiras à Gás

Escrito por

O sistema das lareiras à gás gera chamas alimentadas por um ponto de gás.

Elas aquecem pedras vulcânicas, propagando calor e gerando aconchego para o ambiente.

Sua principal vantagem é a facilidade de acendimento e de uso: é acionada por um simples botão ou mesmo através de um controle remoto.

A lareira a gás aquece o ambiente sem gerar fuligem e fumaça, tão comuns nas lareiras tradicionais à lenha, já que sua chama é gerada por combustão de gás.

Conheça a seguir toda a estrutura de uma lareira à gás e como ela se adequa a diferentes ambientes.

Infra-Estrutura Necessária para Instalação de Lareira à Gás

lareira à gás

Lareira à gás com pedras vulcânicas da Bella Telha, projeto do arquiteto Andre Ribeiro

Fundamentalmente é necessário ter um ponto de gás, com registro independente, e outro de eletricidade.

Existem, no entanto, modelos que não precisam de ponto elétrico.

O ponto de gás é um ponto como se fosse o de um fogão extra. Ele deve ter um registro independente, para que você não tenha que cortar o gás da casa inteira em casos de manutenção.

A tubulação deve ser de cobre, o tubo deve ser de ½’ e vir pelo piso até o local da instalação.

É preciso deixar em torno de 10 cm do tubo aparente (para fora do chão), onde o instalador conectará o flexível da lareira.

O ponto de energia serve para a ignição do acendimento, sendo que alguns modelos são mais fáceis de manejar do que outros.

lareira à gás

Lareira à gás com pedras vulcânicas da Bella Telha, projeto do arquiteto Andre Ribeiro

O modelo eletrônico pode vir com botão ou ser acionado por controle remoto. Observe esses detalhes na hora da compra.

Lareiras de pequenas medidas não necessitam de chaminé.

Contudo, é recomendada pelo fabricante a partir 1 metro, pois permite que o gás carbônico proveniente da queima vá embora mais rapidamente.

Recomenda-se que o ambiente tenha ventilação permanente.

Modelos de Lareiras à Gás

Além da qualidade de fabricação, as lareiras a gás também podem ser:

• Com medidas padronizadas ou sob medida;
• Formatos com profundidade menor ou maior;
• Ter uma ou duas linhas de fogo;
• Ter ou não abas de acabamento, ser modelo cooktop ou formato caixa;
• Ter cristais (importados) e pedras vulcânicas ou somente pedra vulcânica;
• Ser de inox ou chapa pintada

Lareiras à Gás: Formatos e Ambientes

lareira à gás

Lareira à gás com pedras vulcânicas da Bella Telha, projeto da designer Maximira Durigan

Não existe um padrão para as lareiras a gás; no entanto são mais encontradas em formato linear.

Elas também pode ser instaladas em qualquer ambiente, tanto em casas quanto em apartamentos. Aquecem salas, quartos, escritórios, varandas, terraços, etc.

O tamanho da lareira deve ser proporcional ao tamanho do ambientes. Indica-se, para uma sala com 100 m³, uma lareira de 80 cm.

Chaminés para Lareiras à Gás

É possível encontrar modelos com chaminés em dry wall (muitas vezes somente com efeito decorativo, ou seja, sem exaustão) ou localizados abaixo de TVs.

Nesses casos, é importante manter um vão de 60 cm entre a lareira e a TV para proteger o equipamento do calor.

Lareiras à Gás em Estruturas de Alvenaria

lareira à gás

Lareira à gás com pedras vulcânicas da Bella Telha, projeto das arquitetas Elaine Delegredo e Luciana Correa

Lareiras à gás podem ficar embutidas em alvenarias; se a lareira for do tipo linear, é preciso preparar um berço de alvenaria para recebê-la.

Normalmente esse berço é uma caixa com um espaço central aonde se encaixa a lareira.

Em seguida é colocado o revestimento.

Quando de alvenaria, os berços são revestidos de plaquetas refratárias.

No entanto elas também podem ser instaladas como se fossem cooktops – direto em mármores e pedras.

Afinal, existem modelos que tem abas de acabamento.