Joias de Prata…entendendo melhor este material!

Escrito por

A Prata de Lei

 

No século XIII, o rei de Portugal Dom Afonso II promulgou uma lei que punia severamente quem alterasse o teor da mistura da prata.

Era em conformidade com essa lei a liga de prata que contivesse, no mínimo, 80% de prata pura em sua composição.

Esse termo, prata de lei, é usado, ainda hoje, para denominar os diversos tipos de ligas de prata, especialmente as chamadas “pratas baixas”, as ligas com teor inferior a 925 gramas de prata por mil gramas.

Atualmente, existem no mercado objetos prateados procedentes de países do Oriente como a Coréia, a China e a Indonésia.
São produtos industrializados dos quais se produzem milhares de peças repetidas.

Além do banho de prata, esses objetos recebem uma camada de verniz especial que impede a oxidação durante cerca de 12 meses, dependendo dos cuidados.
Esses objetos, se usados no dia-a-dia, podem perder o brilho rapidamente .

Um metal precioso

A prata é, juntamente com o ouro, um metal precioso usado por homens e mulheres desde a antigüidade.

Algumas pessoas desinformadas consideram as jóias em prata como semijóias ou bijuterias, o que é um grande erro.
Essa denominação de “semijóia” somente é adequada quando se trata de peças banhadas em prata e não peças maciças.
(Na verdade, falar em “semijóia” é tão fora de propósito como falar em ovos semi-estragados, mulher semigrávida ou pedras semipreciosas.)

A prata possui variadas gradações que indicam o seu nível de pureza.

A prata pura ou prata fina possui o teor de pureza igual a 1000 e não se usa na fabricação de jóias, a não ser em casos especiais como filigrana.
Peças confecciondas com prata 1000 ficam com um grau de dureza muito baixo e se arranham ou se machucam facilmente.

As ligas mais usadas

• Prata 950 – contém 5% de liga. É a ideal para a fabricação de jóias artesanais. Apresenta alto brilho e ótimo grau de dureza.

• Prata 925 – Contém 7,5% de liga de cobre.

• Prata 90 ou 900 – é a de menor valor.
Depois de fundida, em altas temperaturas, é usada para banhar objetos de latão, de cobre, de ferro e de estanho, entre outros metais.

  • PRATA DE LEI (925 ou 950):

É a prata utilizada na fabricação de jóias.
Ela é pura e tem como liga, no máximo, 7,5% de outros metais.
A cada 1000 partes de metal, 950 são de prata.
As outras 50 pertencem a outros metais, normalmente Cobre.

Prata Leve

É uma composição de metais leves, aditivada com prata, camada isolante de ouro 18K e acabamento final com prata pura.
As jóias desta linha possuem leveza e brilho únicos.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Jeff Belmonte