Home Theater Personal Computer – montagem, cabos e rack!

Escrito por

HTPC & MEDIA CENTER  –  Home Theater Personal Computer

 

Escolhas para na montagem do HTPC

– A escolha de placas de vídeo com áudio integrado facilita a conexão com o receiver: um único cabo HDMI irá levar o som 7.1 (com suporte a DTS-HD e Douby True-HD) e vídeo do PC ao receiver.
Recomendo a HD5770 da ATI: possui placa de som integrada e o HTPC ficará pronto para games

– Gabinetes Horizontais são melhores para integrar a sala de HT.
Recomendo os gabinetes HTPC da 3RSystem, por exemplo o HT-3000 (http://www.3rsys.com/english/products/view.asp?navi=case&idx_num=105) , um excelente C/B!

– O software XBMC (http://xbmc.org/) é um exuberante media center e possibilita, integrado a um controle de HTPC, controlar praticamente tudo.
Inclusive a troca, com um único botão, da trilha de áudio, da legenda, além de acesso às informações do arquivo, etc.: é a perfeita integração entre o Home Theater e PC .

– Sempre compre uma fonte de qualidade.
Por ex: Corsair, e nunca utilize estabilizadores (“desestabilizadores”) com essas fontes .

– Lembre-se que tudo deve ter suporte ao áudio HD:
A placa de som deve suportar DTS-HD e Dolby TrueHD, também o receiver e o software utilizado no PC .

– Configuração recomendada para games: AMD Phenom II X4 955 | ATI HD5770 | 3RSystem HT-3000 | Gigabyte GA-770TA-UD3 | Corsair VX550W | Corsair Dominator DDR3 4GB

 

Cabos do HTPC

Dicas para a montagem dos fios e cabos do home theater

– Utilizar fios de calibre indicado para não haver perda de qualidade sonora. Utilizar 1.5mm para as surrounds e 2.5mm para as demais caixas.
Um bom cabo e barato é o Tiaflex

– Consulte a tabela da empresa Discabos (http://discabos.com.br/downloads/arquivos/tabela-alto-falante.pdf) para melhores esclarecimentos .

– Deixar boa folga entre a caixa/rack até parede para possibilitar manutenção no momento de arrastar o rack/caixa

– Procure utilizar os cabos do mesmo grupo em medidas iguais, por exemplo, se a surround back direita está a 20m, porém a esquerda está a 18m, procure utilizar os dois cabos com 20m .

– Cabos HDMI não podem ultrapassar 17m para não perderem a qualidade de sinal (…) .

– Faça uma instalação limpa, sem emendas nos fios e cabos. Evite conectores sem brilho ou oxidados. Tudo deve estar polido e bem apertado.

 

 Rack do home theater

– Cabos de sinais nunca devem cruzar com de energia.
Optar por duas grandes canaletas nas extremidades do rack é uma boa saída (…), onde uma passará apenas sinal, na outra, energia.
A empresa Airon fabrica canaletas que podem ser instaladas atrás de racks, tanto no formado horizontal como vertical .

– Entre o rack e aparelhos deve haver cerca de 5cm para correta ventilação

– Rack Horizontal: o mais utilizado. É interessante escolher/projetar racks com o mínimo de nichos possíveis.
Uma forma muito utilizada é colocar gavetas na parte inferior e um único nicho para abrigar os aparelhos acima.
É interessante aproximar às dimensões de 2m de largura, cerca de 55cm de profundidade e 50cm de altura para que dê correta altura de TV, caixa central e sobra para tela de projeção

– Rack Vertical :menos utilizado, porém, no caso de racks abertos, é o que melhor possibilita ventilação dos aparelhos.
Possibilita melhor organização de cabos devido à utilização de duas grandes canaletas ao longo de toda a altura do móvel.
Rodízios tornam este rack extremamente versátil para os que gostam de “fuçar” toda hora sem desorganizar o conjunto.
Projete o seu ou compre um pronto, por ex, da Airon

– Interessante é fazer nichos para CDs & cia dentro das gavetas

 Materiais que podem ser empregados no Rack:

MADEIRAS (http://www.mohr.com.br/madeiras.htm ) – Mogno, Pinho, Faveiro, Cedro Rosa E Imbúia: alto custo; durável; “ecologicamente incorreto”; perfeito acabamento e resultado

COMPENSADO NAVAL: custo médio-alto; aguenta mais o tranco; durável; feito com lâminas de madeira + cola e resinas mais resistentes; leve e pode ser molhado; ótimo resultado

COMPENSADO NORMAL: custo médio; durável; feito com colas e resinas frias

MDF : custo médio; mais frágil que compensado, porém mais forte que aglomerado; feito com pó de madeira prensado “aglomerado chick”; pesado e tolera pouca umidade; resultado legal

AGLOMERADO: o mais barato; menos durável e não tolera umidade; bom resultado, se souber usar.