Etiqueta para Festas de Fim de Ano

Escrito por

 

Dezembro concentra o maior número de comemorações do ano.

As possibilidades de festejo incluem não apenas Natal e Ano Novo como também celebrações corporativas, formaturas, colações de grau e até casamentos – sim, esse é o mês preferido do brasileiro para subir ao altar, segundo o IBGE.

A interação social entre diferentes tipos de pessoas se intensifica.

Para manter o clima alegre até o fim da festa – e até mesmo se destacar pela gentileza – vale a pena observar algumas dicas de etiqueta.

Elas são especialmente importantes quando o grupo de pessoas é menor e o local do evento é na casa de alguém: aqui, é fundamental evitar gafes.

Toda Gentileza com o Anfitrião da Festa

festa fim de anoA primeira coisa que se deve fazer ao chegar num evento é dizer olá para os donos do lugar e/ ou organizadores da celebração.

É rude circular, dançar, beber e comer antes de cumprimentar quem te convidou para estar ali.

É claro que se antes você encontrar outros conhecidos pelo caminho, poderá parar para um aperto de mão ou abraço, mas evite se alongar em conversas extensas.

Eles entenderão que a sua prioridade no momento é achar o anfitrião, e que logo haverá tempo suficiente para continuar o papo.

Quando finalmente encontrá-lo, evite “alugá-lo” com diálogos muito longos e pouco inclusivos para quem está ao redor: anfitriões precisam estar relativamente livres para dar atenção para os demais convidados também.

Outra coisa que se deve evitar fazer é ligar para o anfitrião no dia da festa, seja para bater papo ou pedir coordenadas para chegar ao local: ele provavelmente estará ocupado demais organizando os últimos detalhes da ocasião.

Em contrapartida, ainda é de bom gosto levar um presentinho ou lembrança para quem está promovendo o encontro: um licor, um vinho ou até mesmo flores – de preferência já plantadas em terra, para que o anfitrião não tenha que parar tudo para providenciar um vaso com água.

Boas Maneiras à Mesa

Ser educado na hora das refeições não é apenas sobre colocar o guardanapo no colo e mastigar de boca fechada.

Se a ocasião inclui um almoço ou jantar, é importante saber que o anfitrião é o primeiro a se servir: é uma forma de fazer seus convidados mais confortáveis para fazer o mesmo. Portanto espere sempre.

jantarAo mesmo tempo, não espere que o anfitrião decida o que você vai comer: essa decisão cabe apenas a você mesmo.

Ele pode, no máximo, recomendar um prato de sua preferência pessoal.

Se as opções de pratos servidos não lhe agrada, guarde a crítica para você.

Para disfarçar a fome e o fato de que não gostou do cardápio, coloque uma pequena quantidade de comida no prato – especialmente de arroz, batatas ou outros acompanhamentos.

Puxe conversa e toque a comida que não pretende comer com a ponta do garfo – um truque para passar a impressão de que você está saboreando o que está na sua frente.

A menos que você seja muito íntimo de quem está recebendo, não se ofereça para tirar os pratos e talheres usados da mesa para a cozinha. Poupar os convidados dessa função é parte da gentileza do anfitrião.

Além disso, a cozinha é considerada um local não social da festa: evite entrar lá, a menos que você precise desesperadamente de um copo d´água que nunca chega.