Como Escolher Quadros para a Casa

Escrito por

Na hora de decorar a casa, as paredes não podem ficar de fora. Uma bela peça de arte tem o poder de valorizar todo o resto do ambiente. Confira algumas dicas sobre como escolher belas imagens para pendurar nos cômodos.

Pintura, fotografia, impressão serigráfica, colagem… as técnicas utilizadas na produção de obras de arte visuais são muitas. O estilo da sua decoração é que vai indicar a mais indicada para pendurar na parede.

É ela também que vai dar o tom do que a superfície artística vai trazer: paisagem, desenho figurativo, abstração, retrato…

Conheça alguns segredos na hora de escolher um quadro para o seu ambiente – e como acomodá-lo.

Uma Arte que Cabe no seu Bolso

sofá quadrosNão tem jeito: obras de arte podem ser caras; logo, a primeira coisa a fazer é saber a quantia que você destinará para a compra de uma.

Talvez você tenha dinheiro suficiente para comprar uma tela de um artista em evidência; talvez, apenas uma reprodução de uma fotografia, impressa numa gráfica especializada.

É possível que você mesmo seja um artista e pretende realizar sua própria arte, ou frequente leilões e galerias de arte.

Feiras artesanais e os seus próprios amigos artistas podem ser potenciais fontes de busca de uma obra para sua casa.

O importante é saber quais as opções viáveis na hora de adquirir uma obra: isso limitará o universo do que está acessível para você. A partir daí, analisaremos outros fatores.

Tema, Estilo, Cores e Tamanho do Quadro

O tema do quadro que você vai escolher deve estar em harmonia com a atmosfera do cômodo. Uma pintura surrealista arrojada provavelmente vai destoar de uma sala mais tradicional, por exemplo.
Natureza morta, flores ou temas religiosos ficam melhores em decorações mais conservadoras e clássicas; abstratos, litografias e colagens são perfeitos para ambientes contemporâneos ou clean.

sala tradicional quadro

Uma decoração tradicional pede pinturas mais clássicas

Se a sua decoração tem uma “época”, adote uma imagem daquele mesmo tempo. Um quarto retrô ficará ótimo com um pôster de uma pin-up ou de fotografias com cenas dos anos 50.

As cores também devem ser levadas em conta: é importante que o tom principal faça parte da paleta de sofás, cortinas, tapetes, almofadas e outros itens. Uma decoração de tons neutros pode ser enriquecida com uma obra de cores quentes e fortes.
Decorações em tons mais terrosos devem evitar cores muito vibrantes ou, dependendo do estilo, fotografias em preto e branco.

Salas menores pedem quadros em menor quantidade e medidas: isso evita que pareça visualmente poluído e sufocante. Cômodos maiores tem mais liberdade para ousar nas quantidades e tamanhos.

Por fim, sempre muita atenção à moldura: neste artigo você aprende como escolher a melhor para o seu quadro.

Como Acomodar o Quadro

sala quadro modernoLocais mais tradicionais pedem quadros maiores, colocados isoladamente em paredes importantes, como as frontais. As laterais podem conjugar dois quadros menores e bem alinhados entre si.
A regra geral é que os pregos sejam colocados entre 1,65 e 1,72 metros acima do chão. No entanto, caso se trate de um ambiente aonde todos estarão sentados, essa altura pode ser menor.

Quando a decoração é mais jovial, vale agrupar diversos quadros de tamanhos diferentes num só ponto da parede: fica moderno e artístico.

Se a peça é muito grande e o tom da sua decoração é mais irreverente, você poderá encostá-lo na parede a partir do chão, como no estilo escandinavo. Se for menor, poderá acomodá-la sobre uma prateleira.

Junto às escadas, é importante que o quadro acompanhe o alinhamento dos degraus.

Manutenção dos Quadros

Sempre tire o pó da moldura com um pano seco ou um espanador. Em seguida, passe levemente o espanador sobre a pintura.

Se a obra estiver protegida por um vidro, utilize um pano minimamente úmido. Muito cuidado para que o líquido não passe para o interior do vidro.

Jamais utilize aspirador de pó ou produtos químicos sobre uma obra: ela poderá deformar para sempre!