Dicas para o Churrasco Perfeito

Escrito por

 

Mais que uma simples refeição, churrascos são verdadeiros eventos que envolvem amigos, música e bebidas.

No entanto a carne é sempre a figura central da festa: todas as atenções recaem em torno de seu preparo e sabor.

Fique por dentro dos principais segredos do preparo de um grande churrasco.

Principais Carnes para Churrasco

O boi costuma ser a estrela de um churrasco. Eis aqui seus principais cortes:

  • Costela: preparada com osso, naturalmente. Possui maior variedade de sabores e texturas. Leva mais tempo de cozimento;
  • churrascoFilé de costela: também conhecido como bife ancho, entrecot ou bisteca. Trata-se da chuleta sem osso. Deve ser preparada com sal fino e ser consumida mal passada ou, no máximo, ao ponto;
  • Picanha: deve ser cortada em medalhões, como nas churrascarias rodízio. Deve ser colocada na grelha e nunca furada, pois perde seus sucos;
  • Maminha: sempre suculenta e macia, é a ponta da alcatra. Pode ser assada ou grelhada, mas sempre cortada em fatias finas. Sirva-a mal passada;
  • Fraldinha: bife magro localizado junto à costela;
  • Contrafilé: também conhecido como lombo desossado, é suculento e possui paladar bem característico. Sirva-o mal passado;
  • Cupim: é a carne bem gordurosa que forma um tipo de corcova junto ao pescoço do boi.

Além do boi, um churrasco pode incluir lombinho de porco; miúdos, asas, coxas, sobrecoxas e peitos de galinha; carneiro; coelho; e até mesmo peixes e frutos do mar.

Acendendo o Fogo na Churrasqueira

Sua churrasqueira deve estar bem limpa, sem resquícios de carvão ou restos de carne de churrascos anteriores.

Calcule dois quilos de carvão para cada grupo de dez pessoas. Acomode-os num canto da churrasqueira.

Não utilize todo o espaço para que você seja capaz de gerar diferentes graus de temperatura para assar diferentes tipos de carnes.

Uma dica para facilitar o ateio de fogo é esvaziar o saco de carvão, amassá-lo em forma de bola, embebê-lo com cerca de 100ml de álcool 90 graus e cobri-lo com carvão.

Jogue um fósforo aceso e observe: o fogo deve se espalhar gradativa e uniformemente.

Outra maneira de acender uma churrasqueira do zero é usando papel higiênico ou guardanapo de papel para moldar uma pequena taça.

Crie uma cavidade na pilha de carvão já ajeitada na churrasqueira e acomode a tacinha ali, enchendo-a com óleo de cozinha. Acenda: o fogo vai pegar no óleo e passar para o carvão.

Lembre-se, também, de que atualmente os supermercados já oferecem pastilhas que acendem a churrasqueira de forma muito prática e segura.

Atenção: a carne não deve ser colocada até que as chamas altas baixem e se transformem em carvão em brasa.

Quantidade de Carne e Como Temperar

Entre aqueles que comem pouco e os que comem muito, a média de carne sem osso por pessoa pode ficar em torno de 500 gramas; se tiver osso, 700 gramas.

picanha sal grossoA vedete dos temperos da carne de boi para churrasco é o sal grosso. Mas nunca use-o úmido, pois a carne acaba absorvendo demais.

Você não precisa deixar a carne “curtindo” o sal grosso: espalhe pouco antes de levar as peças ao fogo; quando estiver pronta para comer, bata-as para retirar o excesso.

A quantidade utilizada deve ser proporcional ao volume da carne: filés mais finos levam menos sal do que uma picanha, por exemplo.

Carnes de porco e frango devem levar limão e outros temperos, como alecrim, pimenta do reino, mostarda, ervas frescas, páprica e cravo-da-índia.

Cordeiro fica bem com azeite, sal, alho e vinho branco.