Como Vender Bem suas Joias

Escrito por

Joias são itens não apenas de alto valor comercial como também emocional. Portanto, na hora de vendê-las, é importante assegurar que sejam bem avaliadas e o retorno financeiro seja realmente seja justo. Fique conosco e confira nossas dicas.

Escolhendo Joias para Vender

É preferível vender apenas uma joia valiosa, robusta, do que várias menores. Afinal, cada peça possui um significado especial que você preferiria preservar.

Mas é importante tentar respeitar ao máximo o seu apego por um par de brincos, colar, pulseira, anel, broche ou relógio. Se a peça mais cara também for a mais afetiva, parta para um volume maior das menos valiosas.

avaliação diamanteFoque principalmente nos itens que você nunca mais usou ou usa menos. A probabilidade de que volte a usá-los é pequena. Muitas vezes o seu estilo mudou, as oportunidades para usá-las escassearam, e realmente não faz mais muito sentido guardá-las.

Joias de ouro e relógios de pulso costumam possuir maior valor de revenda – sobretudo se são de marcas luxuosas. Sim, a assinatura da joalheria que as criou possui um grande apelo junto aos avaliadores especializados.

Joias antigas e raras, passadas de geração a geração, também. O mesmo acontece com conjuntos de brincos, anel e colar, por exemplo. Não apenas porque são mais itens mas porque são isso: um conjunto.

Contudo, cada peça do conjunto deve ser avaliada separadamente. Afinal, dependendo do valor atribuído individualmente – e da dificuldade de vender o conjunto -, você poderá oferecê-la individualmente.

Não Confunda Mercado de Joias com Mercado de Ouro

É importante ressaltar que quem compra ouro difere bastante de quem compra joias.

Ourives se interessam basicamente pela quantidade de ouro e a qualidade das pedras preciosas contida na peça. Seu objetivo será derreter o ouro e dar outros fins a ele, seja entrando no mercado das barras ou criando outros brincos, pulseiras, anéis.

avaliacao de joiasJá os legítimos compradores de joias levarão em conta o design das peças, suas marcas – enfim, todas as características além do metal e das pedras. Isso agregará ainda mais valor à joia.

Além disso, num nível afetivo, você sentirá que o objeto do qual você está se desfazendo está sendo respeitado, e será apreciado em sua totalidade.

Seja Exigente na Escolha de um Comprador

Compradores de joias deverão disponibilizar um especialista para realizar uma avaliação do que você está levando até eles. Se você possuir documentos detalhando a peça (pureza do metal, proveniência das pedras), ainda melhor.
Funcionará como uma garantia de qualidade impossível de ser ignorada na hora do estabelecimento de seu preço de revenda.

Oferecê-las em suas embalagens originais também faz diferença.

Então, a loja poderá comprá-la imediatamente. Ou fazer uma proposta de consignação, aonde você recebe o dinheiro quando a revenda para um terceiro for realizada.

Se este for o caso, não se esqueça de gerar um documento que assegura que as peças de posse da loja são suas, prazo para a revenda e o valor devido pela loja à você após a revenda se concretizar.

No entanto, se você decidir não vender suas joias para aquele comprador, poderá procurar outras lojas com avalistas. Dependendo do lugar, as peças poderão ser ainda mais valorizadas.