Como Lavar a Roupa do Bebê

Escrito por

O bebê é uma criaturinha muito sensível: tanto sua pele como seu olfato são bastante delicados.

Ao mesmo tempo, ele exige que todo o seu entorno esteja sempre muito limpo – das roupas que usa à roupa de cama, passando pela esterilização de objetos e asseio constante.

Tecidos costumam guardar ácaros, poeiras e fungos que podem afetar o bem estar da criança.

Entenda agora como lavar o enxoval do bebê com eficiência e, ao mesmo tempo, evitar que isso traga alergias ou irrite sua pele ou vias respiratórias.

Roupa do Bebê: Lave Antes do Uso

grávida roupa bebêA roupa do bebê já deve começar a ser higienizada antes mesmo que seja usada: ou seja, ainda na gravidez a mamãe deverá colocar todos os itens do enxoval para lavar.

Nada de abrir a sacola da loja e guardar a roupinha direto no armário.

Uma boa época para fazer isso é por volta do sétimo mês de gestação. Você pode começar pelas peças que farão parte da malinha da maternidade, já que elas serão as primeiras a serem usadas.

Posteriormente, lave as roupas de tamanho PP (ou RN) e P, já que nunca se sabe com que tamanho exato o bebê nascerá.

Comece tirando as etiquetas longas do interior das roupas: elas podem arranhar a pele do bebê. Cuidado para não acabar cortando o tecido ou uma costura importante.

Os próximos passos devem ser seguidos de acordo com o capítulo seguinte por quatro meses após o nascimento do bebê.

Lavando a Roupa do Bebê

Não existem recomendações contrárias à lavagem da roupa do bebê em máquina.

O importante é que seu tambor esteja bem limpo, e que você programe o equipamento para a função extra enxágue, para eliminar todo e qualquer traço de sabão das peças.

roupa bebeContudo há quem prefira lavar as roupinhas todas à mão, garantindo a integridade das peças mais delicadas e redobrando os cuidados com a higiene do recipiente.

Afinal, é mais fácil desinfetar baldes e bacias de uso exclusivos para a lavagem do enxoval do que o tambor de uma máquina de lavar.

A regra principal é usar sabão neutro ou de coco em pó, ou raspas dos em barras. Nunca utilize sabão em pó ou líquido comuns – tampouco amaciantes e alvejantes.

Também nunca lave as roupas da criança junto com as do resto da família.

Se preferir lavar à mão, faça-o numa bacia grande exclusiva para esse fim, deixando as peças de molho por 15 minutos junto com o sabão. Com delicadeza, esfregue-as: isso facilitará que as impurezas se soltem do tecido.

Enxágue a roupinha com água corrente – bastante. O ideal é que não sobre qualquer traço de sabão na malha.

Esprema com cuidado para não esgarçá-la. Você também poderá colocar a peça entre duas toalhas limpas e pressioná-la: as toalhas absorverão o excesso da água.

Deixe secar em varal, com intervalo suficiente entre uma peça e outra para que ventile bem.

Se a peça for de lã, secar à sombra.

Quando estiverem secas, separe-as num cesto apenas para as roupas do bebê. Assim, evita-se que entre em contato com as peças do resto da família, que receberam produtos de lavagem mais fortes.

Passe as roupinhas com ferro em temperatura média ou alta, do lado do avesso.

Se o bebê ainda não nasceu, coloque-as em sacos plásticos e só então guarde nas gavetas.