COIFA. Como escolher a coifa ideal para sua casa?

Escrito por

Veja alguns dos fatores a serem considerados no momento de escolher uma coifa.

Cada vez mais procuradas, são diversas as opções de coifas disponíveis no mercado atualmente.

Sofisticadas, apesar de serem cobiçadas para compor a decoração das cozinhas modernas, elas são muito mais do que objetos de design. 

“É o equipamento responsável pelo conforto olfativo e acústico do ambiente”, afirma a fabricante Falmec do Brasil em sua página na Internet.

Além disso, ao renovar o ar do ambiente eliminando odores e fumaça, elas colaboram com a conservação de móveis e eletrodomésticos, já que previnem a acumulação de gordura nas superfícies.

Segundo a Tuboar, o ideal é se pensar no modelo de coifa logo no início da obra, assim o fabricante pode orientar o cliente sobre a preparação do ambiente.

“Nessa etapa poderemos prever a posição e medidas da saída da coifa, os dutos que serão embutidos no forro de gesso e os pontos de força”, afirma a empresa em seu site.

Prever a instalação da coifa desde o projeto no momento da reforma ou construção também é vantajoso pois pode-se deixar um espaço preparado para a tubulação mesmo que o aparelho seja adquirido posteriormente.

Isso evita a necessidade de romper paredes ou teto no futuro.

De qualquer forma, é importante atentar para alguns fatores na hora de escolher a sua coifa. Veja abaixo algumas dicas.

Coifa vs. depurador

Tradicionalmente as coifas atuam como exaustores, ou seja, tratando o ar e enviando-o para fora do ambiente.

Isso implica a necessidade de se instalar um duto metálico que geralmente fica escondido sob o forro e será responsável por direcionar a fumaça e os resíduos para o exterior.

Por conta disso, as coifas não costumam ser recomendadas para cozinhas muito pequenas ou apartamentos, onde a instalação do duto pode se tornar inviável.

Nesses casos recomenda-se a utilização de um depurador, um aparelho mais compacto (e barato!) que retém a gordura e odores através de um filtro e devolve o ar para o ambiente.

Se mesmo sem dispor de espaço suficiente você quiser uma coifa para dar mais estilo à sua cozinha, não se preocupe.

Existem diversos modelos que possuem a função depuradora e que não demandam a instalação de dutos.

“Para instalá-la como depurador, basta que exista espaço suficiente (de acordo com as medidas de distâncias mínimas e máximas de cada produto), estrutura apropriada para fixação e um ponto de energia compatível”, explica a Falmec do Brasil.

Mas lembre-se de que o preço é maior e que elas funcionarão com uma eficiência inferior à coifa em sua função de exaustão.

Coifa de Parede ou teto

Coifa de teto

Coifa de teto de metal

Existem dois tipos de coifas, as de parede e as de teto.

As primeiras são recomendadas para quem possui o fogão próximo a uma parede.

Nesse caso, a parede onde o equipamento será instalado  deve ser suficiemente resistente para poder suportar o peso da peça (se necessário, consulte um especialista antes da instalação).

Caso ela atue como exaustor, aconselha-se que os dutos sejam instalados preferencialmente na mesma parede da coifa.

Outro cuidado é que ela deve estar a pelo menos 50mm de distância de paredes laterais ou armários.

As coifas de teto (ou ilha), por sua vez, são utilizadas em cozinhas que possuem o fogão ou cooktop em ilhas de cocção.

Nesse caso, por conta do peso, elas devem ser instaladas diretamente no teto e jamais no forro de gesso ou madeira.

Potência de sucção

Coifa de parede

Coifa de parede

O tamanho do ambiente e a intensidade e tipo de uso (principalmente no que diz respeito às frituras) são fatores cruciais no momento de determinar a potência de sucção de uma coifa.

Com relação ao tamanho do ambiente, a Lofra recomenda multiplicar o volume do local (comprimento x largura x altura) por dez para se ter uma ideia do poder de sucção mínimo que a coifa deve ter para tratar todo o ar.

“Por exemplo, para uma cozinha de 6m de comprimento por 4m de largura com uma altura de 2,4m a sucção necessária será calculada da seguinte forma: (6 x 4 x 2,4) x 10 = 576. Assim, qualquer coifa com uma potência de sucção igual ou superior a 576 metros cúbicos por hora garantirá que o tratamento de todo o ar desta cozinha seja feito no mínimo 10 vezes por hora.”, afirma em seu site.

Se o uso do fogão é intenso e incluir o preparo constante de frituras ou se houver outros equipamentos de cocção, como uma churrasqueira, no ambiente, deve-se considerar a utilização de uma coifa com maior potência.

Outro fator a se pensar é que se a cozinha possuir muitas portas e janelas ou for do tipo americana, será necessário um maior poder de sucção para a limpeza de todo o ambiente.

Mas atenção, pois a vazão influi no dimensionamento dos dutos e, naturalmente, quanto maior a vazão da coifa, maior o duto, seja ele retangular ou circular.

Dimensões

  • Os tamanhos de coifas disponíveis no mercado vão de 60cm a até 120cm.
  • Para fogões de quatro bocas, recomenda-se optar pelas menores, de 60 ou 70cm.
  • Já para fogões de cinco ou seis bocas, pode-se utilizar coifas de 80, 90 ou 120cm.
  • Segundo a Falmec do Brasil, a distância mínima recomendada entre a coifa e o fogão é de 65cm para os modelos elétricos e 75cm para fogões à gás.
  • Por outro lado, segundo os fabricantes essa distância não deve ultrapassar os 80 a 85cm.

 

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: NancyHugoCKD.com, KBBNewsPics, KBBNewsPics