Como Colocar Quadros nas Paredes?

Escrito por


Não é uma simples questão de prego e martelo: pendurar um quadro na parede pede algumas regrinhas para evitar pequenos acidentes e garantir o sucesso da sua decoração!

Dicas Gerais

  • Observe a altura do teto e dos móveis antes de escolher o local para colocar os quadros. Você não precisa centralizá-los: o importante é observar o equilíbrio da composição.
  • Antes de furar a parede, teste a posição dos quadros no chão. Meça a distância entre eles e só depois dê continuidade ao serviço.
  • Use pregos de aço ou parafusos número 6. Outros materiais podem estragar a parede, além de fazer um furo muito grande, que impede que a tela fique firme na parede.

Como Fixar Quadros

O quadro é considerado elemento da decoração. Assim, o bom senso é o melhor aliado do gosto pessoal. Além de combinar cor e estilo, os quadros devem ser bem posicionados.

O melhor é coloca-los sempre no nível da linha do olhar. Assim, se ele estiver acima de um móvel, a distância do quadro para o móvel é de 30 centímetros.

Se a distância for contada do chão, a altura ideal é de 1,50 metro.

O local para a fixação de um quadro deve levar em conta aspectos básicos de decoração, como:  visibilidade, luminosidade, volume e harmonia.

  • Visibilidade: O quadro deve estar numa altura suficiente para que seja facilmente visualizado.
  • Luminosidade: Ele deve estar num local com bastante luminosidade, de modo a dispensar luz artificial, a não ser que a intenção do decorador seja exatamente usar esse recurso.
  • Volume: Colocar um quadro grande numa parede relativamente pequena ou vice-versa, desequilibra o ambiente, deixando o ambiente desconfortável.
  • Harmonia: O quadro deve ter uma relação com o ambiente e não o ambiente com o quadro. É certo que, nesse caso, a relação vai depender muito da imaginação do decorador.

Para não errar recomenda-se não misturar os estilos. Tapeçaria combinada com quadros, por exemplo, não é uma opção feliz.

Dicas para Decoração com Quadros e Gravuras

  • Antes de furar paredes, busque fazer no chão uma composição daquilo que você imaginou. Se o resultado não agradar, o trabalho terá sido bem menor.
  • É importante combinar as cores do quadro com as cores de algum móvel ou objeto de decoração do cômodo.
  • Deve-se tomar cuidado com a poluição visual. Se o ambiente já possui muitos móveis, a colocação de um quadro pode não apresentar resultados satisfatórios. Outro risco é que, no meio de muitos outros objetos, o quadro “suma”.
  • Ambientes modernos combinam mais com pinturas abstratas e “cleans”.
  • Adequar o tema da pintura ao cômodo é muito bem vindo. Salas de jantar, por exemplo, combinam com naturezas mortas.
  • Molduras côncavas combinam com pinturas em perspectiva. Molduras convexas são indicadas para quadros sem profundidade. Desenhos e artes menos rebuscadas dispensam moldura.
  • Iluminação é importante. Se possível, utilize luzes direcionadas aos quadros. Se não, cuide para que a iluminação ambiente não cause sombras e nem modifique os tons da pintura.
  • Nada de torcicolo: quadros devem ficar a uma altura próxima à dos olhos. Geralmente, entre 1,60 m e 1,70 m.

Fixação: Pregos ou Buchas e Parafusos?

Pregos são recomendados para quadros não muito pesados.

Já  buchas e parafusos servem para paredes de blocos ou tijolos tipo baiano, onde o prego não tem resistência.

A Bemfixa dispõe de um produto exclusivo para fixação de pregos em qualquer superfície: o Bateprego. Trata-se de um produto inteligente que, além de dar firmeza ao prego para sua correta fixação, protege as mãos dos golpes do martelo.

O Bateprego é um produto bastante conhecido e utilizado por decoradores e profissionais, pela sua praticidade e segurança.

fontes: bemfixa / Planetaimovel / Moldunet