Ar condicionado… o projeto!

Escrito por

O custo para climatizar um ambiente depende de diversos fatores.

Além do clima local, é necessário considerar como a casa ou o prédio se comportam neste clima.

A arquitetura é o ponto de partida.
Um bom projeto e um sistema de climatização bem desenvolvidos, bem instalados e bem conservados, proporcionam conforto e economia, tanto no custo dos equipamentos quanto no consumo de energia.

Construa sua residência voltada para a direção certa.

Procure construir de modo que portas e janelas estejam voltadas para o norte.
Esta orientação é favorável ao conforto térmico, pois você terá o máximo do sol no inverno e o mínimo do sol no verão.

Evite a construção de varandas ou longos beirais nas paredes voltadas para a direção norte.
Isso impede a penetração do sol mais desejado – o de inverno – e não ajuda na proteção do sol de verão.

Também no sentido norte, dê preferência aos cômodos onde as pessoas passam mais tempo: quartos e salas.

A orientação leste para as janelas dos quartos é importante por deixar entrar o sol pela manhã.

Áreas onde o conforto não é essencial podem ser voltadas para o sul.

Espaços como cozinhas, áreas de serviço e banheiros devem ser voltados para o oeste.
Estes ambientes precisam do sol da tarde para melhorar as condições de higiene e salubridade.
Além disso, são ambientes, geralmente mais frios, onde as pessoas ficam pouco tempo.

Posicione portas e janelas no lugar correto.

Procure orientar a maioria das portas e janelas para a direção norte, mesmo nos ambientes onde as paredes externas estão voltadas para outras direções.

Procure utilizar apenas vidros no sentido vertical. Qualquer abertura inclinada ou no sentido horizontal deve ser sombreada no verão.
Apenas aberturas em telhados inclinados voltados para o sul não necessitam de sombreamento.

Evite janelas voltadas para o sul e oeste. Caso contrário, tente deixá-las tão pequenas quanto possível.

Procure isolar sua residência do clima fora da casa.

No inverno, tente evitar que o calor saia da sua residência eno verão, tente evitar que ele entre.

Observe atentamente a vedação de telhados, paredes, portas e janelas.

Use vidros duplos, que não deixam fugir o calor e, nas noites de inverno, cortinas grossas ou placas de cortiça nas janelas.

Prefira paredes espessas, contendo ar no seu interior.
Por exemplo, use alvenaria de tijolos furados ou concreto celular alveolar, ou ainda paredes duplas com uma camada de ar no meio.

Nos dias de verão, sombreie as janelas voltadas para o leste e o oeste usando algum tipo de proteção, como brise soleil, beirais, pérgolas ou treliças, de preferência móveis.

A proteção deve ser aberta para não acumular ar quente junto às janelas.
Caso não seja suficiente para diminuir os efeitos do sol de verão, use também cortinas ou persianas.

Use os ventos predominantes para o seu benefício.

Se a sua preocupação é com o frio, prefira projetos compactos, com poucas paredes recebendo vento.

Procure usar poucas aberturas em paredes voltadas para os ventos de inverno.

Posicione a casa ou o prédio de modo a capturar os ventos predominantes de verão.

Mantenha as construções distantes umas das outras para permitir a passagem dos ventos.

Use aberturas móveis para ventilação no telhado. Elas poderão ser abertas no verão e fechadas no inverno.

Faça o jardim ajudar no conforto dentro de casa.

Antes de construir, procure saber se o lado norte, por onde chega o sol à sua edificação, não está sendo bloqueado pelo próprio terreno, pela vegetação local ou por outras edificações.

Use plantas que perdem suas folhas no outono para sombrear as fachadas leste, oeste, noroeste e nordeste.

Coloque as árvores numa posição que ajude a captar os ventos de verão e proteger dos ventos de inverno.