Adega Climatizada: Como Escolher

Escrito por

 

Apreciadores de vinhos sabem: o armazenamento das garrafas é fundamental para manter a qualidade e evitar acidentes com garrafas especiais.

Para garantir o sabor e o aroma original por bastante tempo, o ideal é manter o estoque da bebida em adegas climatizadas.

Esse tipo de adega trabalha com um sistema eletrônico que permite que a temperatura seja determinada pelo consumidor. A função garante as condições ideais para o estoque do vinho em qualquer época do ano.

Ainda assim, existem diversos tipos e modelos de adega climatizada para você escolher. Para ajudar nessa decisão, separamos algumas dicas sobre as características de cada uma e qual a indicação adequada delas.

Adega Climatizada: Capacidade e Tamanho

Essa é a primeira questão que deve ser ponderada.

Para quem gosta apenas de saborear um bom vinho e deseja um lugar bom para guardar as garrafas, a adega não precisa ser muito grande – o ideal é que se compre uma com capacidade de 20 garrafas.

Já para os verdadeiros apaixonados pela bebida, o melhor é adquirir um modelo com capacidade entre 100 e 200 garrafas.

As linhas muito pequenas, que permitem guardar entre quatro e oito garrafas, não são recomendadas, já que consomem muita energia para uma capacidade restrita.

Temperatura da Adega Climatizada

vinhos

Vinhos tintos e brancos podem ser armazenados juntos na adega climatizada

A temperatura ideal para conservar os vinhos tintos dentro da adega é entre 14ºC e 18ºC.

Os brancos, por sua vez, devem ser servidos a uma média de 6ºC. No entanto, eles podem ser armazenados juntos aos tintos – basta deixar os vinhos brancos fora dela por mais tempo antes do consumo.

Já os vinhos rosé devem ser armazenados a uma temperatura entre 10ºC e 13ºC, enquanto os fortificados – como o do Porto – pedem de 16ºC a 20ºC.

Existem também as adegas climatizadas que se dividem em duas zonas, para que você possa colocar dois tipos distintos da bebida sem se preocupar com a qualidade.

Sistema de Refrigeração da Adega Climatizada

Existem dois tipos de refrigeração nas adegas climatizadas: por troca de calor e por compressores.

Muito usada em restaurantes, a que possui o sistema por compressores garante temperatura mais constante.

Já o sistema por troca de calor, porque não trepida, é mais vantajoso em residências – mas é preciso ficar atento ao clima da região onde se mora: se a temperatura passar dos 25ºC, esse tipo de adega acaba sendo ineficaz.

Trava e Alarme de Segurança da sua Adega

adega climatizada

 

Quanto menos abrirmos uma adega, mais constante será sua temperatura interna e, consequentemente, melhor será a conservação do vinho.

Por isso, alguns dos modelos de adega climatizada dispõem de um sistema de alarme que sinaliza o tempo de abertura e evita que ela fique aberta por muito tempo, travando-a automaticamente ao fechar.

Outras Dicas para Escolher a Adega Climatizada Ideal

  • Uma boa opção é escolher um modelo que tenha luz interna, pois você poderá procurar as garrafas sem deixar a adega aberta por um tempo. Também é indicada a escolha de uma que possua porta de vidro, o que facilita ainda mais o acesso;
  • Uma boa marca para se adquirir é aquela que venha com uma assistência técnica eficiente e rápida – com atendimento e reparo em até 12 horas. É importante ainda checar a reputação da marca e se ela possui reclamações de consumidores;
  • Prefira os modelos com gavetas basculantes, que facilitam o acesso ao vinho. Também é preciso ter espaço para garrafas com formatos especiais;
  • Todos os vinhos podem ser guardados na adega. Porém, não são todos os que melhoram com o tempo – diversas marcas e tipos possuem prazo de validade. Por isso, vale ficar atento ao tipo de vinho que você consome e escolher sempre os de curta duração antes.

Quem deseja comprar uma adega climatizada saiba que as opções não são muitas, mas é necessário pesquisar bastante antes para garantir que a aquisição irá preservar seus vinhos e deixá-los sempre prontos para uma boa apreciação.