As Melhores Malas para Viagens Internacionais

Escrito por

Planejar uma viagem, seja ela internacional ou nacional, exige muita organização e atenção.

Entre os itens indispensáveis está a mala.

Na hora de escolhê-la, é importante levar em consideração a proteção que ela oferece aos bens pessoais e a facilidade de locomoção que  pode proporcionar durante a viagem.

Esses fatores se tornam ainda mais relevantes se a viagem for internacional: afinal, serão muito mais horas de trânsito – e ninguém quer perder tempo e dinheiro tendo que comprar outra mala no exterior.

Entretanto, dentre uma infinidade de opções existentes no mercado, como saber selecionar o modelo adequado para as suas necessidades?

Listamos abaixo algumas dicas que poderão ajudar no momento de escolher a mala adequada para a sua viagem. Confira!

Malas de Viagem: a Importância das Rodinhas

malas com rodas simples e rodas duplas

Malas com rodas simples e rodas duplas

Em viagens internacionais evite ao máximo comprar malas que vem com apenas duas rodas, ou seja, malas que somente correm para frente ou para trás.

Geralmente, malas com duas rodas não oferecem praticidade alguma no momento de carregá-las.

Dependendo da quantidade de itens que você adicionar nesse tipo de mala, o peso sobre as rodinhas tende a deixar a mala empinada para frente, dificultando assim a sua locomoção, além de aumentar a necessidade de força física para carregá-la.

Em termos de rodinhas, as opções mais recomendadas são as do tipo spin, rodas que giram 360° graus.

Essa categoria de mala geralmente possui de quatro a cinco rodinhas; o que as diferencia é o fato de algumas serem duplas e outras simples.

As que apresentam rodas duplas costumam a ser mais resistentes, porém, ambos os tipos são ideais para viagens que exigem bastante locomoção.

Uma das vantagens de adquirir as rodas do tipo spin é que elas possibilitam maior praticidade para o carregamento das malas, permitindo, portanto, o carregamento da mala para todos os lados sem precisar reclinar.

Diferentemente das malas que apresentam somente duas rodas, as do modelo spin ajudam a equilibrar o peso da mala, pois ele não ficará concentrado em apenas duas rodinhas.

Material da Mala de Viagem Internacional

O material da mala pode variar entre três categorias: flexível, semi rígido e rígido.

]Malas de Material Rígido: Policarbonato

Ele proporciona maior proteção aos bens pessoais e evita que os pertences se molhem em caso de chuva ou derramamento de líquidos.

Caso não sofra quedas constantes, ela pode oferecer maior tempo de durabilidade se quando comparada as malas de material flexível.

Por outro lado, arranha facilmente (importante comprar uma capa para diminuir o risco de arranhões) e pode quebrar caso sofra quedas constantes de alta intensidade. Por isso, compre-as com garantia.

Em geral é a mais cara disponível no mercado.

malas rigidas semi rigidas flexiveis

Malas rígida, semi rígida e flexível

Malas de Material Semi-Rígido: Poliéster

É considerada como um meio termo entre as malas de material flexível e rígido.

Geralmente é mais leve, e tem boa durabilidade e o preço costuma a ser mais em conta.

Pode molhar os bens pessoais, caso sua composição não a faça impermeável.

Caso não seja armazenada de forma adequada, pode rasgar com o passar do tempo e acumular bastante pó.

Malas de Material Flexível: Nylon

Geralmente é a mala mais barata disponível no mercado.

É bastante maleável e não quebra com batidas – mas não protege o conteúdo.

Comporta mais coisas por ser flexível.

Pode molhar facilmente os bens pessoais, caso sua trama não seja impermeável. Rasga com maior facilidade.