Forró: Da Quadrilha aos Passos Modernos

Escrito por

 

O mês de junho está aí e com ele inúmeras comemorações em animadas festas de São João.

Quando não está todo mundo dançando quadrilha, a trilha sonora oficial, sem dúvidas, é o forró.

Aliás, a própria quadrilha é um sub-ritmo do forró, que também é um termo utilizado para denominar outras sonoridades como o xote, o baião e o xaxado.

O forró também é carinhosamente apelidado de rasta-pé e bate-chinela por seus entusiastas!

Origens do Forró

Trata-se de uma dança típica do Nordeste do Brasil.

forró musicosEm geral é tocado por um trio composto por um sanfoneiro, um zabumbeiro (aquele tambor bem grande e grave) e um tocador de triângulo.

Apesar de tipicamente brasileiro, o forró teve influências de músicas e danças holandesas, já que o nordeste sofreu invasão da Holanda no passado, e alguma influência portuguesa.

As cidades aonde o ritmo encontra sua expressão mais tradicional são Campina Grande, Caruaru, Juazeiro do Norte e Mossoró.

Nas capitais nordestinas o forró atrai muitos jovens entusiasmados em manter e desfrutar desse ritmo e dança tão típicos da região.

A Popularização do Forró

Foi nos anos 50 que o forró lançou-se do Nordeste para ganhar o restante do país através da música de Luiz Gonzaga, seu maior expoente.

Isso se deu, também, com a ajuda da intensa imigração de nordestinos para outras cidades brasileiras, em busca de trabalho e melhores condições de vida. Eles, naturalmente, levaram seus costumes e gostos consigo, semeando pelas demais regiões do Brasil.

Capitais como Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro foram as que abraçaram mais marcadamente as tradições nordestinas e o forró.

Um grande exemplo é a “Feira de São Cristóvão”, atual Centro de Tradições Nordestinas, que encontrou no bairro carioca de São Cristóvão espaço cativo para manifestações como o próprio forró, comidas típicas e produtos provenientes dessa cultura regional.

A Evolução do Forró

Uma vez espalhado pelo Brasil, o forró passou a ganhar novas influências, e a diversificar-se ainda mais.

forróNos anos 70 muitas casas de forró surgiram país afora e mais músicos passaram a ser conhecidos, como Dominguinhos, Trio Nordestino, Marinês e Genival Lacerda.

Nos anos 80 algumas letras passaram a ficar mais picantes, e surgiu o “forró malícia”, com Sandro Becker, Genival Lacerda e Clemilda como seus porta-vozes.

Nos anos 90 guitarras e elementos eletrônicos foram inseridos no gênero, originando o forró eletrônico, muito apreciado pelos jovens das capitais do Sudeste do Brasil.

Confira os vídeos das principais danças de forró na próxima página.