Violeta Africana (Saintpaulia ionantha Wendl.)

Escrito por

Nome Técnico: Saintpaulia ionantha Wendl.

Nomes Populares : Violeta, violeta africana

Família : Família Gesneriaceae

Origem: Originária da África

Descrição:

SaintpauliaPlanta herbácea de folhas com longo pecíolo, carnoso, folhas arredondadas verde-escuras, denteadas na borda, coberta de pêlos na página de cima.

As folhas se inserem em disposição de roseta num caule curto.

Flores solitárias ou em racemo de diversas cores, simples ou dobradas.

Cuidados e manejo com a violeta

Luminosidade

A violeta aprecia locais sem ventos, bem iluminados.

Se ficar em local com sol da manhã pelo menos umas 3 horas, ela florescerá abundantemente e por longo tempo.

Para evitar que as folhas fiquem todas do lado iluminado, uma vez por semana dê um quarto de volta no vaso para que receba luz em toda a planta.

Regas

A água no prato não é permitida, ele só serve para receber o excesso não aproveitado e não molhar sua mesa e deve ser descartada.

Coloque a água no substrato com delicadeza, evitando molhar as folhas, pois aparecerão manchas marrons, como se estivesse queimada. Um recipiente destes que se usa com tinta de cabelo e que tem longo bico é o mais prático.

As regas não tem um tempo definido. Coloque seus dedos no substrato, se estiver frio estará úmido. Se estiver seco, coloque água.

Paola

Nutrientes

As plantas necessitam se alimentar e ter luz para realizarem seus processos de fotossíntese e assim obter a energia para crescerem e florescerem.

Após o plantio em vaso com substrato preparado, sua planta poderá ficar uns 6 meses sem adubação.

As que foram adquiridas necessitam a cada 3 meses de suplementação de nutrientes. Adquira adubo granulado com fórmula 4 – 14 – 8.

Numa garrafa PET de 2 litros limpa coloque uma colher de sopa do granulado, coloque um pouco de água e sacuda para dissolver. Acrescente água até chegar quase ao gargalo, sacuda e empregue para molhar todas as suas plantas.

Um dia antes deste procedimento, regue com água. Haverá a formação de um bulbo úmido ao redor das raízes.

Quando você regar com a água mais adubo, este se espalhará pelo substrato úmido ficando disponível para as raízes. Se não regar previamente, este adubo poderá ficar na superficie do substrato, podendo queimar as folhas basais e ficar indisponível para a planta.

Facilmente se nota isto quando na superfície de um vaso aparecer um sal claro.

Substrato (solo)

Deve ser rico em húmus de minhoca, composto orgânico e materiais leves que propiciem boa drenagem, como pó de casca de côco.

Coloque um pouco de areia e misture tudo, colocando uma colher de sopa de adubo granulado fórmula NPK 4-14-8 para cada 1 kg de substrato.

Saúde

Acariciar la luzQuando surgirem insetos esbranquiçados na sua violeta, sobre e embaixo das folhas, é porque ela está com cochonilhas.

Retire com cotonete suavemente.

Se a quantidade for muito grande, faça um chá ( água somente quente) com folhas de alamanda (Allamanda cathartica), deixe esfriar e passe com cotonete ou aspersor manual, colocando a planta em lugar sem sol até secarem as folhas.

 

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Carl E Lewis, -Merce-, -Merce-, Carl E Lewis, aldeka_, -Merce-