Jasmim Estrela (Jasminum Nitidum)

Escrito por

Nome Técnico: Jasminum nitidum Sckan. Sin.: Jasminum magnificum Hort.
Nomes Populares: Jasmim-estrela, jasmim-asa-de-anjo
Família: Angiospermae – Família Oleaceae
Origem: Originária do Pacífico

Descrição

Planta arbustiva semi-lenhosa, tipo cipó, de caules flexíveis, folhas verde-escuras, ovais, brilhantes e opostas com posição diagonal ao ramo, parecendo asas, provavelmente recebendo por isto um dos nomes populares.

As flores são brancas, perfumadas, campanuladas com as pétalas delicadas parcialmente livres, estreitas e alongadas como numa estrela, surgindo ao longo do ano mas principalmente na primavera e verão. Os botões por abrir tem uma tonalidade avermelhada, com belo efeito ornamental com a folhagem escura e as flores já abertas.

Como plantar e cultivar

Tem rápido crescimento e necessita tutoramento de postes, pérgulas, muros e treliças.

Local ensolarado e solo bem fértil e drenado. Na cova de plantio deve-se colocar areia no fundo seguido de composto vegetal e animal curtido, adubo NPK formulação 10-10-10, cuidando para colocar sobre o adubo granulado um pouco de terra,evitando o contato imediato das raízes com ele. Não esquecer de regar o fundo da cova e ao redor depois de plantado, para aderência do substrato ao torrão.

A adubação de reposição poderá ser anual, no início do inverno, retirando-se o solo junto à muda sem danificar as raízes e adicionar adubo animal de aves e composto vegetal, misturando à terra do canteiro.

Caso a opção seja por colocar a muda em vaso este deve ser grande. A adubação em vasos é feita dissolvendo o adubo granulado em água e regando o solo do vaso evitando tocar no tronco da planta. Um dia antes não esquecer de umedecer este solo, para a formação de um bulbo úmido junto às raízes, o que propicia a melhor captação dos nutrientes pelas raízes.

Paisagismo e uso decorativo

Ornamentação de pérgulas, muros e treliças, de grande e vigoroso crescimento, pode ser recomendado para cerca-viva de separação de ambientes, cortina de proteção visual e preenchimento do espaço de muros e paredes feias.

Não se recomenda seu cultivo junto a cercas de ferro batido, pois este cipó tramará de tal jeito que a manutenção desta cerca ficará impossível de ser feita sem danificar a planta.