Samambaias-dicas para cultivar

Escrito por

 Samambaias: Plantas para lugares sombreados e interiores

Plantas verdes, que lembram florestas tropicais e que nossas avós e mães cultivavam, têm, ao longo de décadas passado da moda, entrado na moda, saído de novo.
A cada nova demanda do mercado é uma paixão, todos querem!
Aos poucos, deixam de cultivar.

Plantas para lugares sombreados e interiores são mais sensíveis, necessitam mais cuidados e talvez por desconhecimento de quem as adquire acabam por tornar-se feias ou fenecer.

Vamos falar sobre estas plantas, que compreende desde a samambaia comum, a avenca, o chifre-de-veado até o xaxim (Dycksonia sellowiana) e que têm um sistema de vida e reprodução diferente das plantas que conhecemos.

Substratos de cultivo, regas, propagação e cuidados em geral serão abordados e você poderá cultivar em casa e fazer mudas para presentear amigos.

Está na moda, são lindas e com pequenos cuidados poderemos encher nossa casa com elas!

Solo de cultivo

São em geral de cultivo à meia sombra, solo levemente úmido, rico em matéria orgânica e os substratos devem ter esta composição: composto orgânico completo, areia e turfa.

O composto orgânico completo é feito de resíduos vegetais de poda e cascas de frutas, hortaliças acrescentando adubo animal de curral curtido, areia e terra.

O modo de fazer este composto está em detalhes no artigo denominado composto orgânico.

Para suplementação poderemos usar uma colher de sopa de adubo granulado tipo NPK formulação 10-10-10 para uma garrafa de 2 litros de água, sacudindo bem para dissolver.

Colocar no substrato da planta, evitando tocar nas folhas.

Adubos foliares também podem ser usados, mas com muito cuidado, pois tendem a queimar as folhas delicadas.

Luminosidade

Para as plantas do tipo chifre-de-veado (Platycerium), avencas (Adiantum), asplênios (Asplenium) e outras

samambaias, a luz é fator muito importante, pois necessitam para fazer a fotossíntese.

Mas a luz direta do sol tende a queimá-las.  Seu cultivo na rua poderá ser feito sob ripados, com sombra de mais de 50%, sob árvores, em varandas com sol pela manhã.

Dentro de casa, junto a janelas sem sol direto em cima, também podemos colocar de modo a que a luz solar seja coada por cortinas.

Vento

As samambaias e avencas não apreciam ventos, podendo apresentar queimaduras nas folhas com o vento frio do inverno, ficar desfolhadas, etc.
Locais arejados são necessários para evitar fungos, mas devem ser abrigados dos ventos fortes.

Regas

As regas devem ser frequentes, mantendo o substrato levemente úmido, mas não encharcado.
Por isto, a presença da areia no substrato é fundamental, evitando que as raízes fiquem apodrecidas.

No inverno poderemos reduzir a quantidade de regas e no verão, em dias quentes poderemos colocar água no aspersor e passar uma nuvem sobre elas, propiciando o clima úmido de sua preferência.

Pragas

Insetos em geral não apreciam as samambaias e as cochonilhas são praticamente a sua única inimiga.
Vários tipos de cochonilha atacam e são mais comuns na samambaia de folhas compridas, também chamada de samambaia-espada (Nephrolepis).

Para combatê-la poderemos usar o sulfato de nicotina, que é fumo deixado de molho na água, coado e aspergido, óleo de nim ou nossa receita caseira de chá de alamanda.

Paisagismo

São adequadas a qualquer ambiente, tanto residencial como empresarial.

samambaias em varandaVasos de médio e grande porte de cerâmica são os melhores para as plantas, podendo ser decorados ao gosto do cliente.
Também é possível cultivar no vaso de plástico preto e colocar dentro de um cachepot bonito e elegante, sem prejuízo para a planta.

 
 
Decorar banheiro com samambaias é uma ótima opção para o decorador de interiores, já que elas apreciam ambiente com mais umidade.

Se a peça não tiver luz suficiente, no entanto, deveremos evitar ali seu cultivo, pois a planta definhará.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Friends of Seney National Wildlife Refuge, Lori L. Stalteri