Rúcula (Eruca sativus Mill)

Escrito por

Nome Técnico: Eruca sativus Mill.

Nomes Populares: Rúcula

Família: Angiospermae – Família Brassicaceae

Origem: Originário da região do Mediterraneo, Europa.

Rúcula (Eruca sativus Mill) – Descrição:

Rúcula (Eruca sativus Mill)

Foto por Míriam Stumpf

Planta herbácea, também conhecida como mostarda persa, tem folhas lisas de 12 a 16 cm de comprimento, macias, perfumadas e de sabor amargo.

Seus brotos são comestíveis e muito saborosos.

Seu ciclo é de 40 dias no verão e 60 dias nos meses de inverno e a melhor época para sul e sudeste pode ser, conforme a região o ano todo ou de abril a junho.

Nas demais regiões de fevereiro a novembro.

Rúcula (Eruca sativus Mill) – Modo de Cultivo

É uma planta exigente em água e em fertilidade do solo.

Para produções comerciais é recomendada a análise do solo de cultivo para a devida correção de acidez e de nutrientes antes do plantio.

Para cultivos domésticos poderá ser colocado adubo animal de gado, cerca de 4 a 6 kg/ m².

Se a opção for adubo de aves, a quantidade fica em entre 1 e 1,5 kg/ m².

O pH da cultura é dado como de 5,5, então se houver diferenças mostradas na análise de solos será preciso também acrescentar calcário.

Incorporar bem na terra do canteiro, regar e aguardar alguns dias antes de semear.

- Semeadura:

Rúcula (Eruca sativus Mill) em vaso

Rúcula (Eruca sativus Mill) em vaso

A semeadura poderá ser feita diretamente, em sulcos na terra do canteiro, na profundidade de 0,5 cm, com espaçamento de 20 cm entre linhas e 15 cm entre plantas.

Colocar 2 a 3 sementes por cova.

Fechar com terra peneirada e regar com jato fino para não desplantar as sementes. Regar todos os dias.

Após 15 dias, as plantas já emergiram e é possível fazer o desbaste, deixando somente 1 planta por cova.

- Regas

Regar todos os dias até atingirem 10 cm de comprimento, quando então poderá passar a regar uma vez a cada dois dias, se o clima da região for de média a alta umidade.

- Colheita:

Rúcula (Eruca sativus Mill)  cultivoA primeira colheita poderá ocorrer no período de 52 dias após a semeadura.

Como a planta tem fácil rebrote, uma segunda colheita poderá ser feita cerca de 35 dias depois.

Para cultivos em horta doméstica, poderemos obter folhas para a salada por longo tempo, basta colher apenas as maiores na parte externa, cortando quase junto ao talo.

Pragas

As pragas desta cultura são a lagarta mede-palmo e pulgões, que na horta doméstica poderão ser combatidos com sucos de plantas repelentes.

A receita é simples, mas dá certo: fazer uma suco com um punhado de folhas de tomateiro, 2 pimentas dedo-de-moça vermelhas e 2 dentes de alho.

Bater no liquidificador, coar e por no aspersor, borrifando todas as plantas atacadas por insetos mastigadores.

O suco não mata o inseto, mas ele será afugentado.

Assim, não usamos na horta nenhum veneno que poderá afetar nossa saúde.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: sleepyneko, Huerta Agroecológica Comunitaria "Cantarranas" y , Stacy Spensley, juandoso