Projetando Caminhos no Jardim

Escrito por

Crie caminhos no jardim e se integre completamente com a natureza que lhe rodeia. A seguir, damos todas as dicas para você criar o seu.

Os jardins são o enfeite da casa. Trazem beleza, alegria e conforto aos moradores, além de valorizar a propriedade. As árvores, arbustos, herbáceas e demais elementos que fazem um jardim são projetados de forma harmônica, interagindo entre si.

Os canteiros são delineados e margeiam os caminhos que levam até a porta da frente. Os caminhos do corredor que levam ao fundo do jardim interno, delimitam canteiros, acentuam gramados.

Mas antes de sair e começar a adquirir plantas existem alguns itens que deveremos levar em consideração, tais como:

Materiais para Executar a Criação de um Caminho no Jardim

caminho bolacha de madeira

Caminho em bolachas de madeira

Você vai precisar de enxada, pá de corte, ancinho, pazinha de jardim, cordão e estacas de madeira ou bambu, além de terra, adubo granulado NPK e adubo animal curtido. Depois plantas, é claro.

Precisará das estacas ou pedaços de bambus para marcar o caminho, delimitando-o com cordão, assim poderá visualizar como será. Quanto mais perto eu colocar, mais perfeitas as curvas parecerão, então tenha à mão o suficiente para enterrar a cada 50 cm.

Enterre o suficiente para que ao tracionar o cordão as estacas não se soltem do solo.

Com a enxada poderá capinar o canteiro do caminho, que poderá ser de acompanhamento ou não, dependerá do traçado desejado.

Com a pá, irá fazer os buracos para plantar árvores e arbustos, com o ancinho espalhará o adubo no canteiro e a pazinha servirá para as plantas pequenas.

O adubo poderá ser do tipo granulado NPK formulação 10-10-10 colocando-se cerca de 100 gramas/m², que é, de uma maneira simplificada, aproximadamente um copo destes de plástico de água cheio do granulado.

Caminhos no Jardim: O Meu Espaço Comporta o Projeto?

Este é o principal aspecto do projeto. O mínimo para fazer um caminho bonito é um espaço com 2 metros de largura. O comprimento não é um fator limitante.

Entradas largas, corredores com espaço, tudo fica mais fácil.

Condições do Solo para Criação de Caminhos no Jardim

caminho de jardim pedrasSe houver inços em profusão, o solo pode estar esgotado. Então, será preciso arejar bem, revolvendo em profundidade, adicionar adubo animal de curral bem curtido, composto orgânico ou húmus de minhoca.

Adicionar, também, adubo granulado do tipo NPK. A formulação poderá ser 10-10-10 se as plantas colocadas não tiverem flores atrativas e 4-14-8 se a escolha recaiu em plantas com flores.

Se o espaço for muito grande, poderá optar por uma análise de solos em laboratório, com teste de pH para verificar se há necessidade de correção.

Para o plantio de arbustos necessitará também de farinha de ossos.

Canteiros em Torno dos Caminhos: As Diferentes Formas

caminho de jardim plantasCanteiros ortogonais, de linhas retas, foram muito usados e existem até hoje, em espaços paisagísticos de jardins em estilo italiano e francês, onde as linhas rígidas e os arbustos verdes bem podados fazem a beleza do espaço.

Canteiros mais modernos, com formas orgânicas, ganharam a preferência das pessoas. Ovais, redondos, irregulares, onde linhas curvas encantam os olhos, enchendo de plantas o espaço.

A altura do canteiro também é importante. Um nível mais alto do que o espaço circundante é interessante, colocando-se para conter esta diferença pedras grandes e plantas do tipo rizomatoso, que seguram a terra, evitando desbarrancamento.

Uma atenção, porém, solos arenosos e com pouca agregação não servem para este tipo de canteiro, sendo melhor fazer no mesmo nível do gramado ou caminho.

As bordas do canteiro podem ser de pedra ou plantas, como comentado. Mas também há diversos materiais que poderemos utilizar como tijolos, cercas de madeira ou arame e cercas plásticas encontradas à venda em lojas de materiais para jardinagem.

O Piso Externo do Caminho do Jardim

Atualmente temos à disposição um grande número de opções para colocar no piso do caminho. Pisos intertravados, pisos drenantes, pedras irregulares, bolachas de madeira, dormentes oriundos de demolições ou que sobraram de construções, etc.

O velho piso de laje de grês ou placas de basalto está ficando obsoleto substituído por novas abordagens. Deixar espaços entre as partes é deixar a terra a descoberto.
A água de chuvas ou regas penetra pelo solo, claro, mas também sujam os sapatos e as pedras.

Plantas Rasteiras para Cobertura de Caminhos

caminho jardim rasteirasA colocação de plantinhas rasteiras entre as pedras ou madeiras e é uma prática cada vez mais utilizada e há muitas opções interessantes que poderão acrescentar mais beleza ao espaço.

Dentre as plantas que poderemos sugerir para áreas de sombra e meia sombra temos a calísia (Callisia repens), a ajuga (Ajuga reptans) e a sálvia (Salvia officiinalis). Que é tempero de cozinha, mas fica excelente como cobertura de locais mais secos.

Para área de maior sol e regiões de clima mais quente, a colocação de rasteiras do tipo suculenta entre as pedras é uma ideia interessante, pois são resistentes à seca e ao calor. Sugerimos sedum (Sedum acre) ou a rosinha de sol (Aptenia).

As plantas deverão ser controladas no seu crescimento para não invadir a área das pisadas, colocando em risco quem caminha por ali. Na implantação deste caminho serão as últimas colocações, pois evitará o pisoteio da área enquanto arrumamos o restante do espaço.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: hardworkinghippy, brewbooks, Instant Vantage