Avenca (Adiantum capillus)

Escrito por

 
Nome Técnico: Adiantum capillus veneris

Nomes Populares: Avenca

Família: Pteridophyta – Família Polypodiaceae

Origem: Nativo do Brasil.

Descrição:

Avenca (Adiantum capillus-veneris)Planta do tipo feto, a avenca é conhecida desde os antigos tempos como planta das matas e foi muito cultivada em interiores.

As folhas são delicadas, compostas de pequenos segmentos e saem diretamente do rizoma.
Este se desenvolve horizontalmente quase à superfície do solo.

A planta pode atingir entre 30 até 40 cm de altura, com muitas folhas e forma bastante irregular.

Tem propriedades medicinais e é usada em xaropes para a tosse.

Modo de cultivo:

A avenca, apesar de crescer nas matas e ser cultivada em interiores, necessita de muita luz, mas o sol direto sobre ela não é recomendável.

A temperatura pode oscilar entre 10 e 30ºC, mas em dias quentes é conveniente regas mais frequentes ou aspergir água com o borrifador sobre ela, pois necessita de clima úmido.

As regas devem ser feitas no substrato, mantendo a umidade.

Substrato e adubação da avenca:

Avenca (Adiantum capillus-veneris)A adubação desta planta não deve ser muito frequente, para reposição de nutrientes usar nossa recomendação de adubo granulado formulação 10-10-10, uma colher de sopa dissolvida em 2 litros de água.

Usar de 1 a 2 copos pequenos da mistura no substrato, a cada 3 ou 4 meses.

Um dia antes umedecer bem o substrato para pronta penetração da mistura líquida de adubo e água.
O substrato de cultivo é uma mistura de composto orgânico completo, turfa e areia em partes iguais.

O composto orgânico completo é feito de restos vegetais e folhas, aparas de grama, acrescentando também adubo animal de curral bem curtido e areia.
Veja como fazer composto orgânico de restos vegetais em casa.

Propagação da avenca:

A propagação da avenca é bastante simples.

A muda deve ser separada da planta matriz com cuidado para não danificar o sistema radicular de ambas.

como plantar avenca
Preparar o vaso com um fundo de pedrinhas ou manta não tecido e colocar areia em cima, para garantir a drenagem.

Colocar um pouco do substrato, acomodar a muda e completar o vaso, apertando a muda de leve para fixar.
Regar.

Nos próximos dias, manter a planta em local protegido, mantendo sempre o substrato úmido.