Peperomia melancia (Peperomia sandersii)

Escrito por

Nome Técnico: Peperomia sandersii C.DC.
Sin.: Peperomia arifolia Hort.

Nomes Populares : Peperomia-melancia, peperomia-zebra

Família : Família Piperaceae

Origem: Nativa do Brasil

Descrição:

Peperomia sandersii (foto por Míriam Stumpf)

Peperomia sandersii (foto por Míriam Stumpf)

Planta herbácea até 25 cm de altura, caule e folhas carnosas, coriáceas, brilhantes, e com variegada com desenhos em creme, verde claro, rosa.

A inserção do pecíolo é feita na parte inferior da folha, ficando a impressão de uma sombrinha. Suas flores são sem expressão, bem pequenas reunidas em inflorescência em espiga.

Na Peperomia sandersii, conhecida como peperomia–melancia, os desenhos acompanham a forma de coração da folha, já na Peperomia scandens “Variegata”, chamada de peperomia-filodendro, os caules são flexíveis e as folhas são ovais-acuminadas e as manchas de creme e verde são irregulares.

Modo de Cultivo:

Peperomia scandens 'Variegata'

Peperomia scandens ‘Variegata’

Fácil de cuidar, pode ser cultivada em interiores com boa iluminação.

Solo de cultivo fértil em matéria orgânica e bem drenado.

Para vasos, escolher um vaso de profundidade até 20 cm de boca larga.

Proteger o fundo com pedrinhas ou manta-não-tecido.

Colocar uma porção de areia para garantir a drenagem.

Usar como substrato o composto feito de folhas e uma colherinha de adubo granulado formulação 10-10-10. Caso tenha disponível, uma porção de pó de café usado e seco, ajuda a porosidade do substrato.
Caso não disponha, coloque areia mesmo.

Mistue o substrato, a areia(ou café) com o adubo granulado.

Preencha uma parte do vaso, acomode a muda e preencha com o restante do composto.

Adubação de reposição feita a cada 3 meses: colocar 1 colher de sopa de adubo granulado formulação 10-10-10 numa garrafa PET de 2 litros encher com água, sacudir bem.

Um dia antes regue o substrato.

No dia seguinte, coloque cerca de 1 copo destes descartáveis de água, no substrato, evitando tocar as folhas.

O restante do adubo, aproveite para outras plantas.

Propagação da Peperomia:

A separação de touceiras é a mais usada.

Pode ser feita em qualquer época do ano, retirando-se a planta do vaso, e separando sem cortar as mudas que se formam junto à matriz.

Preparar os vasos para plantio explicados acima e manter em cultivo protegido até notar o desenvolvimento da planta.

Mudas pequenas necessitam de vasos pequenos, quando crescer e preencher todo o vaso, realizar a troca por outro maior.

peperomia argyreia
 
Outra forma de fazer a propagação é por folha.

Cortar folhas saudáveis e ainda em período de crescimento, retirar parte do caule e enterrar em substrato inerte, do tipo areia de construção, casca de arroz carbonizada, vermiculita, etc.

Manter o substato úmido e cobrir com plástico transparente.

Depois de algumas semanas notará a formação de uma nova plantinha na base da folha.

Aguardar que tenham tamanho suficiente para manusear e plantar em vasinhos pequenos com o mesmo substrato ensinado.

Paisagismo:

peperomia brasileira

Já foi muito requisitada para cultivo em interiores e poderia ser resgatada novamente por decoradores e paisagistas de interiores, pois além de bonita e fácil de cuidar.

Necessita ambiente claro, ilumidado por sol direto coado por cortinas ou para exteriores à meia sombra.

A Peperomia sandens é excelente para vasos usados com pendentes, para áreas, varandas e banheiros, adaptando-se muito bem ao ambiente úmido deste.

A Peperomia sandersii pode ser cultivada em
vaso ou no solo mesmo, para áreas mais sombreadas do jardim, pois não tolera sol direto nas folhas.

Desenvolve-se muito bem sobre substrato humoso e junto a laguinhos no jardim.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: D.Eickhoff, D.Eickhoff, Rexness, Alex Popovkin, Bahia, Brazil