Pau d’água – dracena-de-venus como fazer o plantio em vasos

Escrito por

Pau d’água em vasos!

É possível cultivar esta dracena em vasos em áreas externas e internas.

Para vasos escolher os de tamanho médio a grande, podendo ser de cimento que são mais pesados ou de material sintético colocando brita no fundo para evitar o tombamento.

Para os de cimento proteger o fundo e laterais internas com material asfáltico destes usados na construção civil para impermeabilização do concreto.

Pau d'água  em vaso Deixar secar para evaporação dos solventes.

Proteger o furo de drenagem com brita ou manta geotêxtil.

Por cima colocar areia úmida.

O substrato poderá ser o mesmo recomendado para plantio quando o cultivo será em espaços exteriores.

Caso seja para cultivo dentro de casa não se recomenda o adubo animal, seja de curral ou de aves, devido ao odor que podem exalar.

Substituir por adubo NPK 10-10-10, cerca de 100 gramas por muda, misturado ao composto orgânico o quanto se necessite para preencher o fundo e as laterais junto ao torrão.

Sempre regar após o plantio.

As regas para esta dracena devem ser regulares,pois murcha e perde as folhas em épocas de seca, caso não haja regas.

A adubação de vasos deve ser de forma líquida, usar a formulação NPK 10-10-10, a mesma do plantio, colocar 1 colher de sopa em 1 litro de água, dissolver e colocar no substrato.

Como fazer mudas do pau d’água

Pau d'água - mudas

Pau d’água – mudas

Para propagar esta planta é possível cortar os caules, retirar uns 50% das folhas de base e enterrar em areia, casca de arroz carbonizada ou perlita mantendo este substrato úmido e em cultivo protegido até o enraizamento.

Depois plantar como já foi indicado.

Pau d’água – Paisagismo e uso decorativo:

Pau d'água - sala

Pau d’água – sala

Esta dracena teve grande procura anos atrás, cultivada em água, quando eram comercializados pequenos pedaços do caule e as pessoas colocavam sobre as mesas em escritórios e lojas.

Passou por período de esquecimento, mas volta agora com nova força, em projetos de áreas condominiais, entradas de prédios e em interiores bem iluminados, onde sua forma colunar repleta de folhas é um detalhe interessante na decoração de ambientes modernos.