Palmeira Metálica (Chamaedorea Metallica)

Escrito por

A camedorea metalica – indicada para interiores

Nome Técnico: Chamaedorea metallica O.F.Cook

Nomes Populares: Camedória metálica, palmeira metálica

Família: Família Arecaceae

Origem: América Central

Descrição:

Chamaedorea metallica

Frutos da Chamaedorea metallica

Palmeira de pequeno porte, em cultivo não chega a atingir a altura de seu estado silvestre, que é de 2,40 m.

É uma palmeira dióica, isto é, encontramos uma planta com somente flores femininas e outra com flores somente masculinas. As folhas são de cor verde azulada com brilho metálico.
São ovaladas, largas, coriáceas e inteiras com o ápice em forma de V.
Cada folha tem um pecíolo com 15 cm de comprimento e estão dispostas no tronco em forma de roseta.

Técnica de Cultivo:

Local à meia sombra ou interiores, em canteiros ou vasos.
O solo deverá ser fértil e bem drenado. O vaso deverá ser largo para conter as raízes.
Colocar no fundo brita ou pedriscos, uma camada de areia úmida e o substrato.

Usa-se como substrato uma mistura de composto orgânico completo de folhas ou composto de folhas com adubo organo-mineral.
Não se esquecer de regar após o plantio.

Adubo: Uma observação, não coloque adubo animal nem de curral nem de aves em vasos para interiores para evitar odores.
Pode usar o adubo NPK formulação 10-10-10, cerca de 1 colher de sopa para 1 litro de água, misturar bem e colocar a metade deste volume no vaso. Faça isto uma vez por ano na primavera.

A propagação desta palmeira necessita então de plantas de sexo diferentes, onde os frutos da planta feminina são colhidos e semeados em substrato leve de vermiculita areia e terra misturados, mantendo umidade e em cultivo protegido.

Somente transplantar quando tiver 3 folhas.

Em cultivo comercial em geral usa-se semear já em sacos de cultivo.

Paisagismo e uso decorativo:

A cor das folhas, seu tamanho e a possibilidade de cultivar em interiores a tornam atraente para os paisagistas.
Sua demanda, no entanto, ainda é pequena, talvez pelo desconhecimento desta possibilidade.

Para vasos de tamanho grande, recomenda-se a colocação de cascas de pinheiro bem lavadas ou então pequenas plantas do tipo hera (Hedera) e avencas (Dianthum).