Tipos de orqúideas

Escrito por

As orquídeas são das flores mais apreciadas no mundo todo e muitas pessoas fazem de seu cultivo um hobby.

Estamos assim trazendo informações para que todos possam ter em seu jardim estas belas plantas.

O que são orquídeas?

São plantas herbáceas perenes pertencentes à família Orchidaceae e de variadas origens, existem mais de 1800 gêneros, sendo que em cada um há centenas de espécies.
No mundo todo há gêneros exclusivos de determinada localidade.

No Brasil temos muitos tipos de orquídeas grandes e pequeninas, oriundas de matas ou cultivadas, todas belas.
Erroneamente chamadas de parasitas, na verdade são plantas que se desenvolvem sobre outras plantas, sem causar dano nenhum à hospedeira.

Registros existentes sobre as orquídeas cultivadas fornecem um dado impreciso de 35 000 espécies conhecidas.

As formas da flor

A orquídea apresenta-se com sépalas e pétalas em número de 3 ou múltiplo de 3.

Algumas têm forma bem diferente que iremos vendo em artigos que colocaremos periodicamente. Inicialmente, para podermos entender, estamos colocando o desenho de uma Cattleya, com os nomes de cada parte.

A flor da Cattleya é composta de 3 sépalas e 3 pétalas.

As sépalas são de formato mais simples e tem a função de proteger a flor quando em botão.
Após o desabrochar são tão bonitas e coloridas quanto as pétalas.

Uma das pétalas, chamada labelo, é mais desenvolvida e diferente das outras, podendo ter coloração mais viva, listras, pontuações e manchas.
Esta forma diferente por vêzes mimetiza o corpo de um inseto, para atraí-los para o néctar contido no fundo da flor.
Ao entrar para buscá-lo acabam por carregar o polen e ajudar assim na polinização.

Esta é necessária e o objetivo maior das plantas, para a produção de frutos contendo sementes para a perpetuação da espécie.

As Formas da Orquídea

As orquídeas têm muitas formas, partindo de duas básicas: simpodial e monopodial.
Suas estruturas vegetais diferem em forma, mas seu cultivo não é muito diferente, apenas o modo de realizar a propagação vegetativa não é a mesma.

A orquídea simpodial:

 

 

Refere-se ao um tipo de orquídea que tem os rizomas com crescimento linear.
É necessário plantá-la de um lado do vaso para que vá crescendo em direção à borda oposta.

Colocada no meio, logo atingirá esta parte do vaso, acabando por descer pela parede externa do mesmo.

Exemplo: Cattleya, Laelias