Orquídea capanemia superflua (Capanemia superflua)

Escrito por

Nome botanico: Capanemia superflua (Rchb.F.) Garay

Nome Populare : desconhecido

Família : Angiospermae – Subfamília Epidendroideae

Origem: Brasil, Argentina, Paraguai

Orquídea capanemia superflua – Descrição:

Orquídea capanemia superflua -

Orquídea capanemia superflua

Micro orquídea encontrada espontânea em regiões montanhosas ou mais frias do país, como nos Estados do Sul.

Seu tamanho é pequeno, a touceira não chega a 20 cm de altura.

Os pseudobulbos ficam agrupados, são ovóides ou então arredondados.

As folhas são finas, cilíndrica e apresentam sulcos, tendo o comprimento em torno de 7 cm.

As flores são diminutas, brancas e perfumadas e reúnem-se em racemos de até 10 cm.

A época de floração é na primavera e as flores duram cerca de 10 dias em perfeito estado.

Modo de Cultivo :

Pode ser cultivada em pequenos vasos de cerâmica, plástico ou pedaços de troncos de ramos secos.

Usar substrato de fibra de coco bem lavado.

Acomodar a muda e colocar um palito de bambu ou madeira para evitar que tombe.

Também pode ser cultivada amarrada a um pedaço de tronco ou placa de coco.

Para fixar, amarrar com cordão de algodão ou fio elétrico fino, mas não apertar muito.

Uma dica: usar fibra seca de palmeiras para colocar sobre o tronco acrescenta maior aderência da planta.

Temperatura e umidade

capanemia superfluaÉ uma orquídea que aprecia umidade ; então, as regas devem ser frequentes nos dias mais secos ou no verão.

A temperatura ideal para cultivo é 20-25 0C de dia e noites com 15-18 0C.

O local de cultivo deve ter muita luz, não necessariamente sol direto.

Quando em cultivo doméstico, poderá ser pendurada em ramos de árvores, amarrada a estipes de palmeiras.

Quando em cultivo sob ripados, o sombreamento deverá ser de 50%.

Adubação

Adubações no meio do inverno com adubo granulado NPK 4-14-8, cerca de uma colher de chá para 300 ml de água na temperatura ambiente, regar o substrato ao redor das raízes.

No final do verão, colocar 1 colher de sopa de esterco de galinha num litro de água e remexer bem.

Regar o substrato com cerca de 1 copo da mistura coada.

Na natureza, a planta recebe adubação natural feita por matéria orgânica de folhas compostadas que caem ao seu redor, bem como excrementos de pássaros.

Sempre realizar ambas as tarefas com o substrato bem umedecido.

Orquídea capanemia superflua – Paisagismo

Orquídea capanemia superflua placas

Esta micro orquídea traz luminosidade para qualquer recanto quando está florescida.

Adiciona encanto e as pessoas se apaixonam por ela, tão minúscula e tão perfeita.