Morango: como plantar

Escrito por

Cultivo comercial do morango

Preparo do canteiro:

Preparar o canteiro, realizando a correção do solo segundo a recomendação da análise de solos.

O morangueiro necessita de pH em torno de 5,0 a 6,0, acima destes valores haverá prejuízo para a cultura.

Adubação:

Adubar com esterco bovino cerca de 3 litros/m², ou de aves, reduzindo então para metade deste volume.

A adição de estrume animal propicia uma melhoria nas condições físicas e biológicas do solo, além de ser fonte nutritiva para as plantas e aumentar a aeração nas camadas superficiais do solo.

Diminui a percolação em solos arenosos e aumentam a atividade microbiana benéfica.

Os nutrientes em solos assim trabalhados são melhor absorvidos pelos vegetais.

No entanto, para a cultura do morangueiro, a adição deste tipo de fertilizante em excesso poderá se tornar prejudicial se for feito no ato do plantio.
Elevadas quantidades de nitrogênio ocasionam problemas de toxidez, devendo ser incorporados ao solo pelo menos de 30 a 40 dias antes do plantio das mudas.

O morangueiro é exigente em nitrogênio, potássio e fósforo e adubos com baixo teor de N poderão reduzir a produtividade.

Há recomendações de aplicações de esterco bovino ou de aves de 3 até 15 litros/m² conforme a região produtora.
Uma análise com os índices de fertilidade do solo não é dispendiosa e valerá a pena ao produtor este investimento, assim como a orientação de um engenheiro agrônomo ou técnico agrícola, evitando excessos ou faltas dos nutrientes, comprometendo a produtividade da cultura.

Plantio definitivo das mudas de morango:

Após a preparação do canteiro, faz-se as covas, com espaçamento de 30 a 40 cm, plantando-se desalinhados, na forma chamada de quicôncio, que permite maior número de mudas com melhor espaçamento.

A cova de plantio da muda deverá ser de tamanho suficiente para conter o sistema radicular bem espalhado ao redor da planta.
Chega-se terra com as mãos, apertando de leve, evitando enterrar a muda, deve-se deixar a metade do caule a descoberto. Se o plantio for muito fundo, haverá dificuldade de emissão de novas folhas e de estolões.

A pós o plantio regar bem, para que a terra fique bem aderida junto da muda, eliminando bolsões de ar.
Após a rega, aguardar a percolação da água, preenchendo os desníveis com mais terra, se necessário.

A melhor época de plantio de mudas para produção dos frutos é de abril a final de maio nas regiões produtoras.
Antes desta data ainda há temperaturas mais elevadas que podem ocasionar perda considerável de plantas.

A seguir: Cultivo protegido do morango com coberturas

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: matsuyuki, graibeard, joshstaiger, IvanWalsh.com