O que são Jardins Sustentáveis?

Escrito por

A sustentabilidade aplicada a projetos de ajardinamentos ainda está nos seus primeiros passos.

Projetos de paisagismo sustentável refletem o cuidado com o meio ambiente e com a introdução de espécies nativas podendo ser utilizados para áreas verdes urbanas públicas, particulares, condominiais e empresariais.

Em que consistem os jardins sutentáveis

A aplicação dos critérios de sustentabilidade para projetos de jardins é nova. Alguns itens são muito importantes, dentre os quais citamos:

Uso do solo de forma racional

Tuilpa no solo em um jardimTécnicas de conservação da fertilidade e estrutura do solo, desde a produção de plantas ornamentais como a implantação e a manutenção de jardins.

Práticas adequadas de proteção do solo com o uso de forrações evitam a percolação da camada mais fértil de sua superfície por águas pluviais.

Carreada por enxurradas esta água irá alagar ruas, entupir bueiros e assorear cursos de água.

As plantas, desde árvores, arbustos até herbáceas de forração retêm água da chuva e permitem seu percolamento para o interior do solo.

A água cai sobre as copas e desce sem maiores impactos para o solo, sendo absorvida pela vegetação rasteira, não indo assim alagar as ruas;

Diminuição da poluição do ar

A vegetação, seja arbórea, arbustiva ou rasteira diminui a poluição do ar, retendo a poeira e a poluição urbana, retirando toneladas de carbono (CO2) do ar, tornando os ambientes com maior quantidade de oxigênio;

Criação de áreas de lazer e melhoria da qualidade de vida urbana

A vegetação nas ruas, avenidas e praças da cidade tornam mais agradável a vida do cidadão, diminuindo também a temperatura da área nos verões, propiciando sombra para lazer e caminhadas.

A ornamentação de parques, praças, avenidas e ruas é atração também para turistas, vejam o caso das cerejeiras em flor no Japão, que atraem pessoas do mundo todo na primavera.

Manutenção da identidade das espécies nativas de cada local

Tibouchina stenocarpa

Tibouchina stenocarpa – Foto por Míriam Stumpf

Usar espécies nativas, árvores, arbustos, herbáceas de diversos portes, pois são plantas adaptadas à região, atraindo pássaros, propiciando alimento de néctar e frutos.

Além disto, é preciso manter a identidade vegetal de cada região, é uma característica que não podemos abrir mão em prol de modismo ou culturas estrangeiras;

Vantagem do projeto de jardim sustentável

  • Jardins sustentáveis não dão trabalho, têm pouca manutenção;

  • O manejo dos jardins é feito de modo simples, com materiais orgânicos e sem uso de venenos;

Projetos de jardins baseados em princípios de sustentabilidade são belos, bem estruturados e têm longa vida.

Pássaros, borboletas e outros insetos benéficos são visitantes frequentes.

O jardim é sustentável quando está em harmonia com sua região de modo a formar um espaço saudável, estável e cheio de vida.

Míriam Stumpf é engenheira agrônoma e recentemente lançou o livro Jardins Sustentáveis que aborda o assunto de sustentabilidade aplicada a projetos paisagísticos.

 

 

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Vinicius Depizzol, Pink Sherbet Photography, Eduardo Loureiro