Como Fazer um Jardim Vertical ou Muro Vegetado

Escrito por

Jardins verticais e muros vegetados voltaram com toda força: afinal, eles se adequam a todo tipo de área que possui paredes ou muros a delimitando. Isso tem grande apelo para casas urbanas. A seguir damos todas as dicas para montar o seu.

Espaços em alvenaria, que não contribuem para o meio ambiente, podem virar o jogo com técnicas de jardins verticais e muros vegetados.
São em geral espaços somente de alvenaria, sem nenhuma contribuição ao meio ambiente.

Muro Vegetado como Isolante Térmico

Pesquisas sobre técnicas para tornar o ambiente mais agradável e conforto térmico alavancaram o retorno ao muro vegetado, também conhecido como jardim na vertical.

edificio vegetado na virgínia, eua

Edifício vegetado na Virgínia, EUA

Para o efeito de isolamento térmico, pode ser usado em paredes externas a prédios, onde a vegetação que o cobre diminui a radiação do calor ou a penetração do frio.

No Brasil, temos áreas de invernos muito frios, onde o conforto térmico é inexistente. Isso ocorre porque não há tradição de barreiras para o frio, como nos países onde neva anualmente e onde as temperaturas baixas devem ser evitadas dentro das residências.

Nas regiões de clima muito quente ou árido, os espaços verticais podem também ser trabalhados, acrescentando beleza e conforto térmico. A vegetação diminui o calor nos ambientes, reduzindo também o consumo de energia para refrigeração.

Ocorre, desta forma, a redução do impacto da radiação solar nos edifícios no verão. A folhagem atua como isolante do ar quente na superfície de alvenaria.

Filtragem e Melhoria da Qualidade do Ar

Outra vantagem dos muros ou paredes vegetados é o aumento de massa vegetal, uma contribuição para o meio ambiente. As plantas capturam o carbono do ar (CO2) que necessitam para o processo de fotossíntese e liberam oxigênio para o ar.

As plantas também ajudam a filtrar o pó e a poluição causada por gases e substâncias particuladas que ficam em suspensão. Quando chove, esta poeira é encaminhada ao solo.

As Plantas Ajudam a Reduzir o Barulho

jardim vertical de interiorPara locais onde há muito tráfego de veículos, a pista de rolamento produz um barulho que incomoda, muito mais que o emitido por motores.
Afeta a saúde das pessoas, ocasionando o aumento do stress, diminuindo a capacidade de atenção e concentração.

A camada de massa vegetal em paredes ou muros propicia a redução do ruído do tráfego.

Conforme o tipo de vegetação implantada, o espaço vegetado poderá conter flores e frutinhos que atraiam a pássaros e insetos polinizadores, propiciando alimento e até abrigo a pequenos ninhos ou durante a chuva.

O temor de que a vegetação possa atrair insetos perigosos não é de todo infundada, mas não podemos afirmar que aranhas estarão entrando janela a dentro apenas porque temos uma planta na parede

Como Montar um Jardim Vertical

A própria alvenaria de muros e paredes já serve de suporte para plantas.
Treliças para propiciar o desenvolvimento de cipós ou trepadeiras ou mesmo para suportar vasos com pendentes é o mais comum. Estas treliças podem ser feitas de madeira, ferro batido, estruturas de alumínio, plástico.

Também buchas com parafusos e um cabo de aço esticado pode propiciar suporte a uma videira, por exemplo.
Os suportes melhores são aqueles que ficam uns 5 cm afastados da superfície da parede, melhora a circulação de ar e não manchará a parede.

Mais afastadas ainda são válidas, servirão de elemento paisagístico e permitem a manutenção do acabamento da parede, para pintar o retocar.
Mas neste caso não servirão para proteger os ambientes internos de calor e ruído.

Usando Treliças como Apoio

treliça jardim verticalUma idéia interessante é o uso de jardineiras de alvenaria no chão, com treliça de malha de tela especial reticulada onde o plantio de espécies trepadeiras e cipós que se enredarão na malha poderão fazer a parede aparentemente vegetada sem comprometer a superfície de acabamento.

O material da treliça e seus suportes deverão ser escolhidos conforme o tipo de planta planejada, pois o peso poderá variar de 1 a 50 kg/m2. Lembrar também que a chuva aumentará o peso da muda ali instalada.

A dimensão também deverá ser calculada conforme o tamanho da planta.

Por exemplo, uma buganvília (Bougainvillea spectabilis) pode alcançar mais de 6,0 metros de comprimento, tem ramos lenhosos fortes e pesados e uma enorme quantidade de ramagem e folhas.
Já uma dipladênia (Dipladenia) não passa de 4,0 metros e é de porte muito menor.

Preparo da Superfície a Ser Usada para o Jardim Vertical

Antes de iniciar a implantação do jardim vertical será necessária a impermeabilização da parede e reparos em rachaduras, pintura ou acabamentos.

A vegetação de cipós, principalmente, costuma se introduzir em beirais e rachaduras, podendo comprometer as estruturas de alvenaria.

A umidade de vazamentos também é outro fator a considerar, pois o ficus (Ficus), por exemplo, tende a procurar espaços com água, podendo aumentar rachaduras atrás de infiltrações ocasionadas em banheiros, piscinas, etc..

Em vasos pendentes, o substrato e as adubações podem escorrer durante as regas, os sais poderão interagir com a superfície de alvenaria comprometendo o acabamento.

Jardim Suspenso com Vasos e Jardineiras

Podemos também usar diversos outros recursos, como vasos e jardineiras suspensas. Isto possibilita mais solo para as plantas e muito mais plantas para cultivar.

Para plantas como as bromélias e orquídeas o muro vegetado é um ótimo lugar de cultivo.
Podem ser presas a placas de fibra de coco, plantadas dentro de meios vasos ou em ramos oriundos de alguma árvore fenecida.

treliça vasos

Para os vasos em geral, o substrato deverá ser poroso, leve e fértil para propiciar bom desenvolvimento e florescimento.

Muros Vegetados: Analise os Fatores do Ambiente

Ao selecionar as espécies de plantas que poderemos colocar no projeto de jardim vertical devemos levar em conta alguns itens. Ventos, vigor das mudas, efeitos estéticos.

O vento é um fator importante. Plantas pendentes em vasos são vítimas de ventos fortes, bem como plantas sensíveis em regiões de clima mais áspero e de invernos frios.

Paredes em lugares litorâneos não deverão ficar expostas a ventos fortes com maresia.

Combinando as Plantas do Jardim Vertical

Samambaia

Plantas colocadas numa convivência que tenham crescimento muito diferenciado poderão ocasionar alguns problemas na manutenção.

Algumas espécies mais vigorosas tenderão a abafar outras de crescimento lento ou pouca ramagem, acabando por matar a vizinha.
Usar espécies que se combinem também é o mais adequado.

Orquídeas e bromélias combinam bem com plantas do tipo samambaias (Nephrolepis) e a samambaia-prata (Pteris).

Os cactos sem espinhos do gênero ripsalis (Rhipsalis) se adaptam bem a elas também, apesar de sua pouca exigência em água.

As herbáceas de vaso como as peperômias (Peperomia scandens) , (Peperomia tricolor) e peperômia-marrom (Peperomia caperata), entre outras, pois têm poucas raízes e poderão ficar em pequenos meio-vasos com substratos leves.

Plantas para Muros Vegetados

A listagem de plantas para colocar em muros vegetados ou jardins verticais é extensa.

Entre as muitas cito a calísia (Callisia repens) , o véu-de-noiva (Gibasis shiedeana), a falsa-hortelã (Plectranthus coleoides)planta-alumínio (Lamium maculatum), a hera (Hedera helix), a peperomia-pendente (Peperomia scandens), entre outras.

Plantas que Dão Flor para Jardins Verticais

flor-de-maio cacto

Schlumbergera truncata

Dentre as que produzem flores o cacto-de-maio (Schlumbergera), o cacto-da-primavera (Rhipsalidopsis), verbena (Verbena), azulzinha (Evolvolus glomeratus) e a petúnia (Petunia).

Esta última, assim como muitas outras plantas de ciclo curto podem ser adicionadas no jardim vertical, o melhor é em pequenos vasos, quando fechar o ciclo poderão ser substituídas por outras em início de florescimento, garantindo alguns meses de flores no espaço.

A beleza da vegetação adicionada num espaço onde antes era apenas alvenaria, propiciando maior captura de carbono, mais oxigênio para o meio ambiente,nos lembra de que não é necessário um grande espaço para incrementar a sustentabilidade.