Guia de Produção para plantas Medicinais e Aromáticas

Escrito por

 

Plantas medicinais ou aromáticas como fonte de renda !

As plantas medicinais, assim como as consideradas aromáticas para temperos culinários estão presentes no nosso dia a dia e acompanham as pessoas desde tempos antigos.

Os chás que avós e tias diziam que faziam bem para uma série de males receberam a atenção de pesquisadores e muitos deles comprovaram serem eficazes.

Plantas de campo consideradas “matinhos” e algumas cultivadas como ornamentais têm potencial para a fabricação de remédios.

Flores e folhas podem ser usadas para a confecção de remédio, perfumes e cosméticos e suas cotações no mercado internacional alcançam preços consideráveis e são fonte de divisa de muitos países.

Plantas medicinais e aromáticasNo Brasil já existem diversos tipo de produções de óleos essenciais, como o de manjericão, citronela, capim limão, alecrim, lavanda e outros e isto pode propiciar aos agricultores uma renda extra na lavoura.

Também a venda de vasinhos de plantas aromáticas, folhas, frutos e sementes de temperos, como erva-doce, funcho, coentro e outras tem um bom mercado consumidor.

Feiras ecológicas, feiras-livres, floriculturas e supermercados são os clientes maiores do produtor e cabe a ele buscar ampliar sua produção.

Excelente opção para quem tem um espaço sem uso numa propriedade de produção de frutíferas, por exemplo.

Aromáticas e medicinais pedem um cultivo orgânico

Plantas medicinais e aromáticas - vinagreira

Plantas medicinais e aromáticas – vinagreira

A produção de aromáticas e medicinais obedece à linha de produção orgânica sem o uso de defensivos agrícolas e de adubos químicos.

O solo de cultivo é tratado com compostos oriundo de composteira orgânica e adubos animais curtidos.

O produtor semeia e faz mudas para corte se o destino for a produção de óleo essencial ou plantio em vasos se o destino for o consumidor desta forma de produto.

Um livro voltado para cultivadores, produtores ou amantes das aromáticas

Trabalhando no setor há muito tempo, conversando com produtores de aromáticas e analisando o setor, observei que a grande preocupação é escolher a planta para produzir, depois o modo de cultivo, colheita e armazenamento, bem como o destino deste material.

Plantas medicinais e aromáticasPara incrementar o uso de plantas aromáticas e incentivar também a sua produção, elaborei um livro que está sendo lançado.

Chama-se Guia de Produção para plantas medicinais, aromáticas e flores comestíveis.

Nele estão a descrição da planta, seu modo de cultivo, colheita e armazenamento, componentes químicos de interesse para fitoterápicos, cosméticos e perfumaria.
Tipos de óleos essenciais e seu modo de extração, além de flores comestíveis destinadas a restaurantes e delicatessen, um bom nicho de mercado.

As plantas são reconhecidas por fotos e por aquarelas.

jardim_livro

 

 

 

 

Contato: cattleya.consultoria@gmail.com

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: hardworkinghippy