Formigas Cortadeiras – como prevenir o ataque!

Escrito por

Formigas Cortadeiras

Como a formiga danifica as plantas:

As formigas encontram a planta e começam a derrubar as folhas, cortando-as e depois o particulam em pedaços que podem carregar.

Este trabalho é feito pelas operárias, que através de um ferormônio chamado de ferormônio de trilha possibilita a que as formigas achem a planta para cortar e o caminho de volta ao formigueiro.

Quando se passa a mão ou qualquer substância no carreiro há mistura de elementos desorientando as formigas que passam carregadas ou em direção à planta.

A planta atacada tem diminuída sua área foliar diminuída e tem menor superfície para realizar a fotossíntese.

Algumas plantas se recuperam rápido se o ataque não for intenso, outras poderão atrasar a floração e até morrer.

Plantas atacadas por Formigas Cortadeiras:

Em sistemas de produção florestal, eucalipto e pínus têm grande problema com formigas.

Formigas Cortadeiras

Formigas Cortadeiras

Nas lavouras de cana de açúcar e pastos as formigas são grande praga, podendo dizimar um pasto destinado ao alimento do gado em pouco tempo.

Em produção de citros, o problema é muito grave, sendo preciso atenção redobrada nas épocas de reprodução dos insetos para a localização das colônias e fazer o devido controle.

Na horta as formigas atacam as plantas, principalmente as recém plantadas.

No jardim as roseiras são a grande atração, embora por experiência própria já vi carreiros de formigas levando folhas de salso-chorão e deixando as mudas de roseiras em paz.

Quando as formigas atacam:

formiga_cortadeiraNo jardim e na horta por vezes não há formigueiros visíveis e elas vêm de longe, de buracos nas calçadas e leitos de ruas ou praças onde não há controle.

Quase sempre o ataque de formigas é maior no final da primavera, verão e outono, coincidindo com a abertura da nova colônia, sua expansão e armazenamento de substrato para o fungo antes do inverno.

Antes de uma chuva é possível localizar carreiros onde as formigas apressadas levam seus fardos.

Controle das Formigas Cortadeiras:

Formigas Cortadeiras

Formigas Cortadeiras

Sabe-se que é necessário empregar venenos e técnicas para manter as formigas sob controle.

A dizimação da colônia é quase impossível devido ao sistema de galerias e panelas subterrâneas que podem atingir uma distância de mais de 50,0 m entre uma saída e outra, os chamados olhos.

A aplicação de ingredientes químicos para liquidar as formigas é de longa data empregues, podendo ser em pó, líquido e nebulização.

Também métodos de controle biológico e mecânico são eficientes.