Como plantar rosas

Escrito por

Nome botanico: Rosa Sp.

Nomes Populares: Rosa

Família: Família Rosaceae

Origem: Provável China

Quantos poemas foram escritos sobre a rosa? Com certeza milhares. Onde se cultivam rosas? No mundo inteiro.

Quem já deu um buquê ou o ganhou um de alguém?
A rosa está presente na vida das pessoas, nos jardins antigos e modernos e é um dos negócios mais rentáveis do mundo das plantas.

Para conhecer um pouco mais sobre estas belas flores, trouxemos um pouco de história, cultivo e descrição.

Descrição:

A roseira é um arbusto de folhas decíduas, de regiões temperadas a frias e cultivada em todo a Terra.

As alturas variam conforme o tipo da roseira, podendo ser até 0,60 m as mini-roseiras, até 1,20 m as híbridas e pode chegar a mais de 3,0 as do tipo trepadeira.

As folhas são compostas de 5 folíolos, de bordas serrilhadas e inseridas de fome alterna nos ramos.

As flores são de formato diferenciado conforme a variedade e as cores infinitas.

Na rosa silvestre ou selvagem as flores têm 5 pétalas, mas nas híbridas são em múltiplos de 5.

As mini-roseiras produzem flores pequenas, mas as chamadas híbridas de chá têm flores grandes.

As roseiras podem produzir uma rosa por ramo, grupos de 3 a 5 e em maior número, chamados de cachos. A maioria das rosas é perfumada.

O florescimento acontece do final do inverno até o outono.  O fruto formado é arredondado e fica alaranjado quando maduro, atraindo a avifauna.

Como Plantar


A roseira deve ser cultivada ao sol para que produza muitas flores.

Plantio:

Solos argilosos e férteis parecem ser a sua preferência, embora necessite de solo com boa drenagem.

O substrato ideal é aquele com pH entre 6,5 e 7,0 e rico em matéria orgânica.

Para plantar abrir uma cova maior que seu torrão e preparar deixando repousar algumas semanas antes do plantio.

Colocar no fundo areia de construção para garantir a drenagem.

Fazer mistura de húmus de minhoca com adubo animal de curral bem curtido, cerca de 2 kg/cova.
Nesta mistura adicionar 200 gramas de farinha de ossos, misturar bem e aguardar o plantio.

O espaçamento para as mini-roseiras é de 0,30m entre plantas numa mesma linha, para roseiras híbridas de chá entre 0,50 e 0,60m e para trepadeiras, silvestres e híbridas de 1,0 m entre plantas, quando colocadas em linha contra muros ou em pérgulas.

Após plantar a muda não deixar de colocar o tutor de sarrafo para evitar que a muda tombe com ventos fortes.

A roseira necessita ser regada frequentemente após o plantio e em dias quentes.