Flores que São Comestíveis

Escrito por

A couve-flor, os brócolis e o miolo de alcachofra são inflorescências e parte de uma flor, respectivamente. Dentre as espécies comestíveis, são também conhecidas as flores de abóbora à milanesa, prato apreciado na cozinha de vários países. Veja mais exemplos a seguir.

Há inúmeras flores comestíveis, fazendo parte do que chamamos de PANC (Plantas Alimentícias Não Convencionais). Algumas são consumidas somente as pétalas, como é o caso das rosas cristalizadas.

Flores de Árvores que São Comestíveis

O ipê-amarelo (Tabebuia chrysotricha) e o ipê-branco (Tabebuia roseoalba) são árvores nativas brasileiras com flores campanuladas na cor amarela e branca, respectivamente.

ipe branco

Ipê-branco

São consumidas as pétalas, depois de retirado o cálice em receitas de refogados, empanadas e saladas cruas.

Uma árvore ornamental para ruas e praças é a canafístula (Cassia fistula). Suas flores amarelas podem ser usadas em saladas cruas, salteadas ou cozidas com carnes e pescados.

Já o jambo-vermelho (Syzygium malaccense) é uma árvore perenifólia com grande copa e altura até uns 13,0 m. As flores são pequenas com inúmeros estames na cor magenta, reunidas em inflorescência quase grudadas nos ramos.

Elas são usadas em saladas junto com folhas verdes, também em mousses de gelatina.

Flores de Arbustos

Tanto a iuca-mansa (Yucca filamentosa) quanto a iuca-vela da-pureza (Yucca elephantipes) são arbustos de 1,0 m e 6,0 m respectivamente, folhas rígidas e flores brancas carnosas perfumadas. As pétalas são consumidas em saladas cruas e como enfeite de receitas.

turnera subulata

Damiana (Turnera subulata)

O cipó-alho (Mansoa alliacea) é um arbusto escandente, folhas ovais e flores campanuladas rosas ou arroxeadas. As folhas são usadas em pastas para temperar receitas e as flores são trituradas com sal para usar como tempero de receitas salgadas e saladas.

A damiana, também conhecida como chanana (Turnera subulata), é um subarbusto nativo de altura até 70 cm, flores brancas terminais de cinco pétalas brancas e centro amarelo e preto. São utilizadas para saladas misturadas a repolho-roxo e geleias doces.

Outro arbusto é o malvavisco (Malvaviscus arboreus), ornamental e usado em cercas vivas. Possui folhas levemente serrilhadas e flores vermelhas que não abrem muito, dando aspecto ovalado.

As folhas são comestíveis em refogados com carnes e as pétalas das flores extraídas do cálice para uso em salada crua e geleias.

Flores de Herbáceas Ornamentais Comestíveis

Uma herbácea perene ornamental, o espinafre-da-índia (Asystasia gangetica) mede até 1,0 m de altura. Tem folhas ovaladas e pequenas flores brancas campanuladas nas cores branca, violeta e creme.

As folhas são comestíveis em refogados e as flores podem ser consumidas em receitas de saladas cruas. Contém inúmeros benefícios nutricionais.

Carthamus tinctorius

Carthamus tinctorius

O açafrão-bastardo (Carthamus tinctorius) também é uma herbácea, só que de ciclo anual, e cresce até 1,30 m de altura. Suas folhas são finas e inflorescência em capítulos terminais de cor amarela, alaranjada ou vermelha.

Toda a planta é comestível. Das flores são aproveitadas as pétalas que são usadas em receitas salgadas para tingimento e sabor. Substitui o açafrão verdadeiro (Crocus sativus).

A famosa maria-sem-vergonha (Impatiens walleriana), herbácea perene de altura até 40 cm, possui folhas delicadas e flores com colorido vivo providas de espora.

As flores somente são comestíveis in natura ou em forma de geleias e mousses. Mas toda a planta contém oxalato de cálcio que pode causar alguns problemas renais, consumir com cuidado.

Já a boa-noite (Ipomoea alba), herbácea escandente de folhas cordadas e flores campanuladas, é inteiramente comestível. Suas flores são usadas em omeletes, salteados e refogadas com carnes.

Cuidados Importantes com Flores Comestíveis

O consumo de flores passa pelo cuidado em somente consumir flores do seu quintal, quando não usar nenhum tipo de veneno para insetos e demais pragas.

Antes de higienizar com água corrente, retirar o cálice e as estruturas de estames e pistilo. Afinal, o pólen pode causar alergias em pessoas sensíveis.
Pode também colocá-las numa solução de um litro de água com uma colher de sopa de vinagre.

Pétalas mais firmes podem ser guardadas em sacos ou recipientes fechados e armazenados no refrigerador por alguns dias antes de consumir. Neste caso, passar por centrífuga manual, destas usadas para saladas verdes para secar as pétalas.

Existem muito mais plantas de flores comestíveis. A recomendação é consultar livros especializados, evitando consumir qualquer tipo de flor. Lembrando que muitas destas plantas têm também folhas comestíveis em diversos tipos de receitas.

Referências

Kinupp,Vandely Ferreira & Lorenzi, Harry. Plantas alimentícias não convencionais. S.Paulo, Plantarum, 2014.
Morelli, Miriam R. Stumpf. Guia de produção para plantas medicinais, aromáticas e flores comestíveis. P.Alegre, Cidadela, 2010.