Cultivando Plantas Anuais em Vasos ou Jardim: Prós e Contras

Escrito por

As plantas anuais, usadas em decoração de canteiros e vasos, são aquelas que têm um ciclo de vida com tempo de duração mais curto. Conheça algumas belas espécies e saiba quais os locais onde melhor se propagam.

Os ciclos das plantas anuais variam de região para região, em função de temperatura e insolação. A grande maioria fica entre três a cinco meses de vida, da semente ao fenecimento total.

Tipos de Plantas Anuais

Temos então plantas anuais de inverno, como o amor perfeito (Viola tricolor), de inverno até à primavera como o agerato (Ageratum houstonianum), da primavera até o verão a rainha-margarida (Callistephus chinensis) e as margaridinhas brancas ou pequerete (Chrysanthemum anethifolium) que floresce do verão ao outono.

antirrhinum majus

Boca-de-leão

Temos também as bianuais, que duram dois anos, desde que sejam podados os pendões florais após o término da época de floração. Entre estas estão a boca-de-leão (Anthirrinum majus) e os laços-espanhóis (Gaillardia spp.).

Também são consideradas anuais ou de ciclo curto as plantas que podem ser semeadas todos os meses do ano, independente das estações e que enfeitam os jardins de qualquer região. Entre estas estão as tagetes (Tagete patula) e as petúnias (Petunia x hybrida).

Terminado seu ciclo podem ser trocadas por outras de mesma espécie.

Plantas Bulbosas e Rizomatosas que Entram em Dormência

frísias

Frísias

Temos ainda as plantas bulbosas e rizomatosas de vida perene efloração anual. Após a queda das flores, a planta entra em dormência e deverão ser mantidas envasadas e cuidadas até a próxima floração.

São as de floração anual, mas vida perene. Para exemplificar temos as frísias (Freezia) e as gloxínias (Sinningia). Vantagens de cultivar plantas anuais E porque investir numa planta que irá durar pouco tempo?

As plantas anuais mais comuns como petúnias, tajetes e onze-horas (Portulaca grandiflora) produzem flores de cor intensa, são chamativas e propiciam aos recantos do jardim pinceladas de cor. Para jardins muito verdes, este efeito colorido dá mais vida e as pessoas se encantam.

Espaços cobertos podem ter a ornamentação incrementada com vasos diversos plantados com anuais, no chão, penduradas ou em paredes conforme o conceito moderno dos muros vegetados.

Flores Anuais em Interiores

Em interiores, junto a janelas com boa iluminação, também é uma excelente ideia o cultivo de anuais para ornamentar os espaços. Neste caso são muito utilizadas as plantas bulbosas, como os ciclames (Cyclamen persicum), de folhagem ornamental e flores de forma diferente.

O substrato do canteiro deve ser preparado, aerando com a pazinha, sem revolver muito a camada superficial. Deve ser introduzido abonos, como adubo animal de curral bem curtido (3kg/m2), farinha de ossos (fonte de fósforo, 100 g/m2)e composto orgânico o quanto necessite.

Misturar de leve à terra do canteiro. Marcar o espaçamento de cada espécie introduzida, fazer uma cova do tamanho do torrão da muda e plantar. Após regar, mantendo a rega regular, conforme a região e estação do ano.

Para vasos, proteger o fundo com pedras, pedaço de geomanta ou tnt, uma camada de areia, para garantir a drenagem. Dispor as mudas harmoniosamente e plantar. Manter o vaso à sombra nos primeiros dias para aclimatação das mudas depois levar para local definitivo.

Algumas Desvantagens das Plantas Anuais

ciclame

Ciclame

Em conceitos de sustentabilidade, jardins com muitas anuais não são recomendados, pois tem alta manutenção, com mão de obra de preparação dos canteiros, plantios, cuidados e renovação de plantas após o término do ciclo.

Também o consumo de água na fase inicial de crescimento da muda é considerável, principalmente as anuais de primavera até o início do outono para os Estados mais ao Sul do país e na alternância de estações de seca/chuva para as demais.

O uso de recursos de abonos orgânicos, adubos elaborados como os granulados e demais insumos também são destinados várias vezes ao ano para o cultivo das plantas anuais. Plantas ornamentais perenes recebem insumos no inverno ou estação das chuvas.

Comércio das Plantas Anuais

Após os prós e os contras detalhados, vamos falar de outro detalhe: o comércio de anuais. Movimenta muitos produtores destas plantas, há grande procura pelos consumidores, jardineiros e paisagistas.

É um mercado sempre com grande demanda que movimenta de forma positiva e relevante a economia do setor de floriculturas e viveiristas.

É um costume no país o uso de anuais para os jardins que afeta toda uma cadeia com elos de produção de insumos, abonos, substratos, sementes, mudas e comercialização.