Como Preservar o Solo

Escrito por

 

Muitos solos são ricos em nutrientes, outros com menores teores. Quando cultivamos horta e pomar, as plantas retiram do solo os nutrientes para crescer, florescer e frutificar.

Se não colocarmos elementos nutricionais em reposições periódicas suas reservas podem diminuir consideravelmente.

Quando retiramos os frutos do pomar, por exemplo, eles representam parcela do que foi extraído do solo.

Como Manter sua Terra Fértil: Adubos Orgânicos e Químicos

terra vasoPlantando árvores, arbustos e outras plantas de maior porte, vamos abrir um buraco maior que o torrão e colocar ao redor da muda uma série de materiais, que possibilitem seu bom desenvolvimento inicial.

Adicionamos composto orgânico, estercos curtidos de animais, fosfato natural de rocha, farinha de ossos, torta de mamona, adubos químicos, etc.

A adição de elementos orgânicos é benéfica para o solo e para as plantas, pois os nutrientes vão sendo aos poucos utilizados pelas raízes das mudas.

Isto propicia mais tempo no solo, o que aumenta sua fertilidade.

Adubos químicos diversos, inclusive a formulação NPK, poderão ser mais rapidamente absorvidos, bons para reposições de nutrientes e também na hora do plantio.

Alguns como por exemplo a ureia (45% de nitrogênio), levam de 12 a 24 horas para mudar a cor das folhas do gramado.

Pode ocorrer, no entanto, a lixiviação dos adubos químicos com chuvas e regas, o que não acontece com os adubos de origem orgânica.

Como Evitar a Perda de Solo

planta broto chuvaNão é somente a fertilidade que tem importância na preservação do solo.

Um dos grandes problemas é a lixiviação da camada superficial do solo, rica em matéria orgânica.

A lixiviação é a dissolução da camada superior do solo pelas regas ou pelas chuvas, que carrega os nutrientes e diminuem a fertilidade do solo.

Se este tem pouca estrutura, como, por exemplo, os solos com grande teor de areia, parte das camadas inferiores acaba indo junto.

Declives favorecem a descida e enormes crateras e valos começam a surgir. Há perda de terreno e da propriedade.

Um forma de minimizar é a construção de terraços com muros de contenção. Na lavoura são usadas curvas de níveis em zonas com declives.

Para nosso jardim e horta, poderemos usar muretas pequenas construídas de alvenaria ou pedras – assim temos como cultivar nossas plantas e a terra não acabará indo parar no piso.

Como Preservar o Solo Através de Cobertura Vegetal

O uso de vegetação também ajuda a reter esta camada superficial mais rica em nutrientes orgânicos.

Todas as plantas, de árvores até plantas rasteiras, ajudam a diminuir o impacto da gota da chuva no chão. A chuva batendo no solo acaba carregando a camada superficial para dentro de leitos de ruas, entupindo bueiros.

As plantas têm raízes que exploram o solo e a água das chuva penetra na terra, sendo parte absorvida pelas plantas e outra percolada no perfil em direção a águas subterrâneas.

Em áreas urbanas, se houvesse mais vegetação, diminuiria consideravelmente as águas pluviais que alagam as ruas e causam tantos transtornos à população e às propriedades.

Uso de Pisos Drenantes Ecológicos: Seja Sustentável

piso drenanteExistem no mercado de construção civil diversos tipos de pisos que propiciam a drenagem, são porosos ou têm formas abertas.

É o caso dos pisos intertravados, que não são cimentados mas colocados sobre camada de areia compactada.

Podem ser colocados desde em jardins como em calçadas e ruas; suportam pisoteio e passagem de veículos.

Os que têm estruturas abertas podem receber grama, aumentando portanto a absorção da água das chuvas, além de melhorar o ar do espaço pelo aumento de captura de CO2 e liberação de mais oxigênio pela elaboração da fotossíntese.

Uso de Plantas com Fixação de Nitrogênio

Plantas podem beneficiar o solo com o aumento dos teores de nitrogênio, elemento fundamental para o crescimento das plantas. É o caso das leguminosas, como por exemplo feijões, ervilhas e favas.

Estas plantas conseguem liberar nitrogênio pelas raízes dentro do solo, beneficiando outras culturas que serão colocadas no lugar.

Então uma das boas práticas é, depois de cultivar estas plantas, fazer um rodízio com outras mais extrativas, como milho e hortaliças de frutos como tomates e pimentões.