Chás caseiros: combinando ervas, algumas receitas gostosas!

Escrito por

Chás caseiros !

Quem inventou o chá, já pensaram?

Será que foi por acaso, em tempos imemoriais, a água quente, umas flores ou folhas que caíram alguém experimentou… até hoje nos deliciamos com chás, para refrescar no verão, para aquecer nos dias frios, para melhorar nosso humor, para receber amigas.

Além dos chás importados e os nacionais de boa qualidade temos também os caseiros, como o do cidrão (Lippia triphylla), a hortelã (Mentha) e a melissa ou erva-cidreira (Melissa officinalis), que até crianças pequenas podem tomar.

Sem falar nas combinações que existem no mercado, de preferência geral, é só visitar um supermercado e olhar, as prateleiras de chás são até maiores que a de muitos enlatados.

Há chás para todos os gostos e males. Chá para dormir, chá para acordar.
Alguns são perfumados outros medicinais feitos da planta seca. E aí nossa imaginação fica dando voltas.

Se for de planta, eu, que tenho um pequeno espaço, posso cultivar, não?
Certo. Pode e deve.
Terá um produto sem venenos, sem aditivos químicos e conservantes. Puro.

Combinando ervas: hortelã, melissa e o hibisco-de-chá

Chás caseiros - hortelaPara iniciantes, sugerimos um vaso de tamanho médio, preparar o substrato para cultivar e plantar ali hortelã e melissa.
Qual hortelã? Há muitas, todas ótimas.

Você acha em floriculturas e até em supermercados.

Sua consorciação com melissa acentua o sabor das duas porque aumenta o teor de óleo essencial das suas folhas.

Num outro vaso maior e de barro (mais pesado), preparar as sementes e colocar a rosele, o famoso hibisco-de-chá (Hibiscus sabdariffa), vendido comercialmente sozinho ou misturado com chá preto.

Se não quiser plantar em vaso, poderá colocar no chão, num canteiro, é muito ornamental e poderá ficar inclusive no jardim.
Atinge boa altura, por isto a recomendação do vaso pesado.

O sabor do chá de seus frutos é intenso, bastante ácido e a cor, então é vermelho-púrpura, fica linda numa jarra com gelo ou xícara.
Para quem achar demasiadamente ácido, fazer diluído ou misturado a chá-de-mate ou mesmo chá-preto.

Sementes de cardamomo e flor de jasmim para acompanhar o cafézinho ou o chá

O café de todos os dias pode ficar diferente.
cardamomo_cafeTemos duas sugestões: sementes de cardamomo (Elletaria cardamomo) ou flores de jasminzinho (Jasminum sambac).

Fazer o café ao seu gosto, tradicional ou instantâneo.
Usar uma semente de cardamomo esmagada no fundo da xícara.
Seu café nunca será o mesmo depois!

O cardamomo é vendido em lojas especializadas em condimentos, seu valor não é muito acessível, mas para um café sofisticado será perfeito e valerá o investimento.

Já este jasminzinho, entre tantos jasmins que existem e que não são para ser usados em chás, é um que poderá cultivar no seu jardim.
É um arbusto meio trepadeira, de regiões amenas a quentes e produz flores pequenas, brancas e perfumadas. Usa-se apenas a flor.
Após colocar o café na xícara, dê uma volta no jardim, colha uma flor (e lave-a, claro) colocando dentro da xícara.
O odor imediatamente se desprende, pois o óleo essencial contido nas pétalas tem notas voláteis.
Também, seu café nunca mais será o mesmo!

Se não aprecia café, sem problemas, as flores de jasmim e as sementes de cardamomo podem acompanhar seus chás. São versáteis e deliciosos.
Só para complementar, o cardamomo pode perfumar aquele leite gelado antes de dormir.
Pode comer a semente também, o sabor é muito bom.

 

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Tekke