Cerejeira Branca (Prunus serrulata)

Escrito por

 

Nome Botanico:Prunus serrulata Lindl.
Sin.: Prunus paniculata Edw.
Nomes Populares:Cerejeira branca, cerejeira do japão, cerejeira-de-taiwan
Família:Angiospermae – Família Rosaceae
Origem:Japão

Descrição:

Árvore de folhas caducas de altura em torno de 6,0 metros e de lento crescimento, forma da copa arredondada.
As folhas são ovais de ápice agudo e nervuras bem marcadas, com bordas serrilhadas.

As flores são de cinco pétalas brancas de sombra levemente rosada, de tamanho em torno de 3,5 cm de diâmetro, surgindo ao longo dos ramos em grupos de 3 a 5 com pecíolos longos e finos.

A árvore perde suas folhas no outono, ficando algum tempo em dormência e floresce no meio do inverno totalmente sem folhas, num espetáculo de flores brancas.

As folhas começam a surgir quando ainda estão presentes.

Pode ser cultivada nas regiões mais frias do país, como nos Estados do Sul e nas regiões de altitude do Sudeste.

Modo de cultivo :

As cerejeiras em geral são cultivadas em regiões frias, onde o inverno é mais severo, pois entram em dormência no outono após a queda das folhas.
O local deve receber muito sol e o solo de cultivo areno-argiloso é o mais apropriado.

Plantio da cerejeira:

Abrir um buraco com o dobro do torrão.

Com a pazinha de jardim, soltar a terra do fundo e nas laterais para propiciar um bom desenvolvimento das raízes.

Cortar o vaso de cultivo com podão de jardim para não danificar as raízes.

Num balde ou sobre uma lona no chão misturar composto orgânico o quanto necessite com adubo animal de curral bem curtido, cerca de 1 kg por muda.
Colocar também cerca de 100 gramas de farinha de ossos ou fosfato natural de rocha.
Colocar parte no fundo, acomodar o torrão e preencher as laterais com a mistura.

Regar bem.

cerejeira  branca - prunus serrulata
O plantio deve ser feito no inverno, quando nos Estados do Sul costuma chover bastante. 
Mas para o Sudeste é época de seca, então será preciso regar todos os dias até 10 ou 15 dias após o plantio.

Plantar as mudas ainda sem as flores é o melhor, mas no caso de adquirir uma planta já florida, tomar cuidado redobrado no plantio para não quebrar ramos ou danificar raízes na hora de acomodar o torrão na cova.

Adubação

Para reposição de nutrientes, colocar no final do outono a mesma mistura recomendada para o plantio ao redor da copa da árvore, fazendo um sulco de 15 cm de profundidade. Regar após a fertilização.
Verificar periodicamente se cochonilhas não estão atacando a planta, quando então podemos aplicar defensivos verdes.

No final da primavera, quando a planta está em fase de crescimento, é possível podar os ramos que estão fora do alinhamento da copa.
No inverno, quando esta tarefa é feita na maioria das plantas, prejudicaria a floração.

Uso decorativo e Paisagismo:

A cerejeira cresce lentamente, mas floresce ainda bem pequena.

É uma excelente adição a projetos de jardins de regiões mais frias, onde sua floração é espetacular.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: brewbooks