Cavalinha (Equisetum hyemale)

Escrito por


Nome Técnico:
Equisetum hyemale L.

Nomes Populares : Cavalinha

Família : Pteridophyta – Família Equisetaceae

Origem: Originária do Brasil

Descrição:

Planta herbácea rizomatosa de altura entre 0,30 – 0,80 metro, também podemos encontrar de altura maior, cerca de 2,0 metros (Equisetum giganteum).

As hastes são ocas e verdes, eretas com entrenós e de textura áspera.

Podem ser estéreis ou férteis:

cavalinhaOs estéreis são maiores com folhas parecidas como agulhas, com capacidade de realizar fotossíntese.

Os caules férteis são mais curtos, surgem na primavera e tem cor mais esbranquiçada com porções de esporos bissexuados.

Pertence ao grupo das Criptógamas vasculares e sua história na Terra começou antes do Homem.

Está sendo utilizada em arranjos florais.

Modo de Cultivo :

Pode ser cultivada em canteiros ou vasos e aprecia local ensolarado e solo úmido.

- Plantio em canteiros

 

cavalinha-fertilPara canteiros, utilizar locais com umidade acentuada ou irrigação frequente.

Preparar os canteiros com a limpeza de inços e objetos estranhos, como caliça e pedras.

Colocar turfa ou composto orgânico e adubo animal curtido, se de gado cerca de 1 kg/m2 se de aves a metade desta quantidade.
Revolver e nivelar a terra.

As mudas de cavalinha são comercializadas em sacos ou potes de cultivo.

Retirar a muda da embalagem.
Abrir uma cova do tamanho do torrão, acomodar a planta e aconchegar a terra ao redor, apertando de leve para firmar.
Se o solo não estiver úmido regar bem.

- Plantio em vasos

 

Para vasos, preparar o vaso impermeabilizando o fundo e suas paredes com substância asfáltica e deixar secar alguns dias.
Isto é necessário para proteger a parede do vaso devido à intensa umidade.

Colocar no fundo brita ou geomanta para impedir que o furo de drenagem seja obstruído.
Por cima colocar areia úmida e parte do substrato, que poderá ser semelhante ao que recomendo para os canteiros.

Acomodar o torrão e preencher com o mesmo material, apertando a muda de leve para firmar.

Regar bem e realizar regas frequentes.

Propagação

Para fazer mudas podemos usar os esporos, estacas de caule ou separação de touceiras.

Para a semeadura dos esporos utilizar substrato poroso do tipo casca de arroz carbonizada, vermiculita, pó de coco, mantendo sempre umidade acentuada.

cavalinha-esporaoDeixar o recipiente de semeadura em local à meia sombra.

Quando as mudas estiverem crescidas o suficiente para podermos manusear, poderão ser transplantadas para potes ou sacos com substrato semelhante ao de plantio.

Também poderá ser feita a divisão de estacas de caule, colocando-se em recipiente com o mesmo substrato citado acima, mantido sempre úmido.

Após o enraizamento da estaca, plantar em recipiente ou em canteiro previamente preparado e com umidade alta.

Para separar as touceiras, basta utilizar uma pá de corte reto fincando no solo e retirar a porção desejada.

O inverno ou na época das chuvas são melhores para realizar estas tarefas.

Esta planta é considerada medicinal.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Allen Gathman