Buquê de Noiva ou Spiréia (Spiraea cantoniensis)

Escrito por

Nome Botanico:Spiraea cantoniensis Lour.
Sin.: Spiraea reevesiana Lindl.

Nomes Populares :Grinalda-de-noiva, buquê-de-noiva, spiréia

Família :Angiospermae – Família Rosaceae

Origem:China, Japão

Descrição:

buque-de-noivaArbusto perenifólio a semidecíduo, altura em torno de 1,30 metros, muito ramificado, forma ereta e colunar, mas com ramos flexíveis.

As folhas são bem pequenas, delicadas ao toque, cor verde escuras, serrilhadas na borda.

As flores são pequenas de 5 pétalas, brancas e graciosas reunidas em inflorescência tipo racemo parecendo um buquê.

Floresce no início da primavera cobrindo a planta de branco. Pode ser cultivada em regiões de clima mais ameno a frio.

Modo de Cultivo:

spiraea-cantoniensisO local de cultivo deve ser ao sol, em canteiros permeáveis e bem adubados.

Preparar o solo do canteiro revolvendo em profundidade de 30 cm, adicionando adubo animal de gado bem curtido, cerca de 2 kg/m2 e composto orgânico, a conhecida terra preta.
Misturar e nivelar o canteiro.

Abrir um buraco do tamanho do torrão e retirar a muda do saco de cultivo com cuidado.
É preferível cortar o plástico, para não danificar as raízes.

Colocar o torrão no buraco, aconchegar a terra e regar.
Nos próximos dias regar todos os dias em que não houver chuvas.

Aceita poda para conter a altura, que deverá ser feita no período após a floração.

Para adubações de reposição de nutrientes, utilizar a mesma mistura de plantio, no início do inverno, sempre regando bem após.

Propagação e multiplicação da spiréia:

Para fazer mudas da spiréia, utilizar estacas de ponteiro.
Aproveitamos a poda após a floração para obter os ramos.

Retirar as folhas da parte inferior da estaca e enterrar em areia úmida, conservando em local protegido até notar o enraizamento.

Para produção comercial recomenda-se o uso de enraizadores para apressar o processo.

Após o enraizamento, transplantar para sacos de cultivo com o mesmo tipo de substrato que recomendo para plantio.

Paisagismo e uso decorativo:

Usada para cerca-viva e para cultivo sobre áreas gramadas, onde faz grande efeito na sua época de floração.

spiraea-cantoniensis-2