Aquaponia e Alimentação Sustentável

Escrito por

A aquaponia é uma forma de unir a psicultura (ou piscicultura, a criação de peixes e crustáceos) e a hidroponia (cultivo de vegetais sem a utilização de solo).

Em outras palavras, animais aquáticos são criados para fins alimentares em sintonia com o cultivo hidropônico de plantas.

Ambos os ambientes de criação estão separados, mas interligados.

O principal objetivo dos sistemas aquapônicos é produzir peixes, legumes e verduras, de forma sustentável, quase sempre para consumo humano.

A aquaponia já é praticada há 30 anos em países com Estados Unidos, Austrália e países asiáticos.

Saiba mais a seguir.

Como Funciona a Aquaponia

O sistema aquapônico prevê que os excrementos de peixes e crustáceos, ricos em nutrientes, servirão de alimento para os vegetais que crescem em esquema hidropônico.

O tanque da aquicultura – ou seja, da criação de peixes e crustáceos – é separada do sistema aquapônico, mas é interligado a ele, de modo que a corrente d´água contendo os dejetos e restos de ração alcancem os vegetais.

Esses vegetais, por sua vez, ao se alimentarem dos excrementos, filtram a água e a devolvem limpa para os peixes.

Estrutura Básica do Sistema Aquapônico

aquaponia esquemaUm sistema tradicional de aquaponia é composto não apenas pelo tanque de criação de peixes e crustáceos e do substistema hidropônico. Há outros elementos.

O reservatório de sedimentação, por exemplo, é uma estrutura que captura os restos de alimento e o excesso de biofilme (formado pelos excrementos), além de acumular pequenas partículas.

Já no biofiltro as chamadas bactérias nitrificantes se desenvolvem e podem cumprir seu principal papel, que é o de converter a amônia produzida pelos peixes e presente na água em nitrato, que será absorvido pelos vegetais.

Este é o principal processo do sistema aquapônico.

O poço coletor, por sua vez, é o ponto mais baixo do esquema; é para onde flui a água que, em seguida, é bombeada de volta aos tanques de criação.

As proporções do sistema aquapônico e sua complexidade podem variar. É possível realizar desde aquaponia doméstica, em pequenos aquários, como em grandes estruturas para fins comerciais.

Um costume para eliminar resquícios sólidos acumulados na água é usar minhocas, que acabam por incrementar a eficiência da mineralização da matéria orgânica e contribuindo para a nutrição das plantas.

Funcionamento do Sistema Aquapônico

aquaponia

Os insumos para ativar completamente o sistema aquapônico são energia elétrica para a bomba, água, oxigênio, luz natural, alimentos para peixes e crustáceos, aerador para a água e filtro.

Além disso, algumas regras devem ser observadas. A alimentação dos animais, por exemplo, deve respeitar uma proporção correta para a população presente no tanque.

O fornecimento da ração deve respeitar um intervalo constante – e de preferência suplementada com cálcio, ferro e potássio.

Higinenize periodicamente o cascalho e use apenas pesticidas biológicos, sob o risco de desestruturar os processos biológicos do sistema.

Vantagens do Sistema de Aquaponia

aquaponiaUm dos maiores problemas da aquicultura comum é que os excrementos dos animais aquáticos e os restos de ração acabam tornando a água do tanque tóxica.

Na aquaponia, tanto a porção animal quanto a vegetal crescem de forma integrada e completamente auto-sustentável.

Dessa forma, dispensa o uso de fertilizantes industriais para as plantas alimentícias, ao mesmo tempo em que mantem a água limpa e oxigenada para o crescimento saudável dos peixes e crustáceos.

Outro ponto alto da aquaponia é a economia de água, que pode chegar a 90%.

Como ela é constantemente purificada pela ação dos vegetais, a necessidade de troca diminui drasticamente.

Animais e Vegetais Típicos de Sistemas de Aquaponia

Grande parte dos peixes e crustáceos de água doce e dos vegetais e legumes se desenvolvem satisfatoriamente dentro da aquaponia.

Algumas espécies animais e vegetais, no entanto, se saem melhor.

A tilápia, por exemplo, é o mais popular dos peixes encontrados em sistemas aquapônicos brasileiros. Em seguida está o bagre.

No exterior, onde a aquaponia é realizada a mais tempo, bagre, perca-gigante e o bacalhau de murray são os mais encontrados.

Se o peixe não for criado para fins alimentícios, é possível criar carpas coi.

Entre os vegetais, os de folhas verdes são facilmente cultivados. Todavia o destaque fica por conta da alface, do manjericão, repolho chinês, pimentão, melão acapulco, quiabo, tomate, feijão, agrião, inhame, ervilha, morango, nabo, cenoura, batata-doce, entre outros.