Análise do Solo e Ervas Daninhas

Escrito por

Análise do solo conforme sua atividade biológica

A atividade biológica do solo é uma denominação genérica para a ação dos organismos vivos do solo, tanto animais quanto vegetais.

Esses organismos têm forte influência na gênese e manutenção da organização dos constituintes do solo, principalmente nos horizontes superficiais.

As raízes das plantas , por exemplo, alteram o pH do solo ao seu redor e, ao morrer e se decompor, deixam canais.

Formigas, cupins e minhocas manipulam, ingerem e excretam material de solo formando microagregados e construindo poros ).

A observação do solo de um terreno, as plantas que nela estão crescendo e, inclusive a presença das ervas daninhas já indicam características de sua composição química ou o que pode estar faltando.

Veja nossa tabela de problemas do solo conforme a presença das ervas daninhas.

Biológica do solo – Ervas daninhas indicam problemas no solo

As
Invasoras

Indicam

Barba-de-bode (Aristida pallens)

pastos queimados com frequência, falta de fósforo, cálcio e umidade.

Capim-arroz (Echinochloa crusgallii)

terra com nutrientes reduzidos em susbstâncias tóxicas.

Cabelo-de-porco (Carex spp)

terra muito cansada.

Capim-rabo-de-burro (Andropogon bicornis)

uma camada impermeável em 80 a 100 cm de profundidade, que represa água..

Capim-favorito (Rhynchelytrum roseum)

terras muito compactas e secas, a água não penetra facilmente.

Capim-amoroso ou carrapicho (Cenchrus ciliatus)

terra de lavoura depauperada e muito dura, pobre em cálcio.

Capim-marmelada ou capim-papuã (Brachiaria plantaginea)

terra de lavoura com laje superficial e falta de zinco.

Capim-seda (Cynodon dactylon)

terra muito compactada e pisoteada.

Carneirinho ou carrapicho-de-carneiro (Acanthospermum hispidum)

falta de cálcio.

Cravo-brabo (Tagetes minuta)

terra infestada de nematóides.

Fazendeiro ou picão-branco (Gaslinsoga parviflora)

terras cultivadas com excesso de nitrogênio e falta de cobre.

Gramão ou batatais ou grama mato-grosso (Paspalum notatum)

terra cansada, com baixa fertilidade.

Guanxuma ou malva (Sida spp)

terra muito compactada e dura.

Lingua de boi (Rumex spp)

excesso de nitrogênio.

Maria-mole ou berneira (Senecio brasiliensis)

camada compactada em 40 a 50 cm de profundidade, falta potássio.

Mamona (Ricinus communis)

solo arenoso com falta de potassio.

Samambaia (Gleiquênia)

solo ácido.
Fonte: cuidados com a terra – IDACO – 1994