Agapanto ou Lírio-africano (Agapanthus)

Escrito por

Nome Botanico: Agapanthus africanus (L.)H.

Nomes Populares : Agapanto ou lírio-africano

Família : Angiospermae – Família Agapanthaceae

Origem: África do Sul

Descrição:

agapantoPlanta herbácea perene de rizomas subterrâneos, de altura até 1,0 metro, com o pendão floral.

As folhas são laminares, longas e estreitas.

As flores são pequenas, tubulares nas cores branca ou azul, reunidas em inflorescência tipo umbela, na extremidade de longo pecíolo cilíndrico e forte.

Produz sementes nem sempre viáveis.

Floresce da primavera até o fim do verão. Pode ser cultivada em todas as regiões do país.

Modo de Cultivo:

Local de cultivo ensolarado, solo fértil com bom teor de matéria orgânica e com certa umidade.

Plantio em canteiros:

Agapanto azul (Agapanthus africanus)

Fazer a preparação do canteiro para a implantação do agapanto com a mistura de adubo de animal de curral bem curtido cerca de 3 kg/m2, 100g/m2 de farinha de ossos misturando bem.

Colocar os rizomas no solo, enterrando a uma profundidade pequena, deixando cerca de 1 a 2 cm de terra por cima.

Regar bem e manter certa umidade nos canteiros com regas regulares.

Plantio em vasos ou jardineiras:

Para plantio em jardineiras é necessária a prévia vedação dos poros com impermeabilizante asfáltico, que pode ser adquirido em lojas de materiais de construção civil.
agapantoDeixar secar vários dias antes de plantar.

Proteger o fundo da jardineira com geomanta ou brita de granulometria média. Por cima colocar areia úmida.

Misturar em um balde composto orgânico e adubo NPK formulação 4-14-8, cerca de 100 gramas para cada 20 kg de terra.

Pode colocar torta de mamona também, cerca de 250 gramas para a mesma quantidade de terra.

Colocar na jardineira e plantar os rizomas ou mudas entouceiradas da mesma forma recomendada para os canteiros.
Regar bem e manter a umidade para que a planta se instale bem no local.

Os tratos culturais, tanto para vasos como para canteiros consistem em retirar os talos e folhas secos.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: juanktru, jikatu, mauroguanandi