Acer japonês (Acer palmatum)

Escrito por

Nome Botanico:Acer palmatum Thunb. var.atropurpureum.

Nomes Populares:ácer-japonês

Família:Angiospermae – Família Aceraceae

Origem:Japão

Descrição:

Árvore caducifólia de pequeno porte pode atingir cerca de 7,0 metros de altura.

As folhas são simples, com 5 lobos de inserção oposta nos ramos na cor vermelho-vinho.

A variedade de folhas verdes é o Acer palmatum var dissectum, com folhas mais recortadas e também muito ornamental.

As flores são vermelhas, em inflorescências pequenas e sem caráter ornamental.

As flores produzem frutinhos pequenos do tipo sâmaras.

Modo de cultivo:

Cultiva-se o Acer em locais ensolarados, regiões mais frias como no sul do país.

Abrir um buraco maior que o torrão, colocando no fundo um pouco de areia.
Isto dá uma ajuda na percolação das águas de regas, não ficando o solo muito encharcado no início do estabelecimento da muda.

Misturar adubo animal de curral, cerca de 500 gramas ou adubo de aves, metade da dose, com composto orgânico ou húmus de minhoca.
Adicionar 100 gramas de farinha de ossos e misturar bem.

Colocar a metade no fundo da cova, acomodar o torrão e preencher as laterais com a mistura indicada. Regar bem.

A época melhor para plantar é no inverno.
Caso faça em outra estação será conveniente regar todos os dias.

No plantio também colocar um tutor de sarrafo, amarrando com cordão de algodão, dando o formato de oito para não estrangular o caule da planta.

Para fazer a propagação poderemos semear ou usar alporque ou mesmo estaquia, com enraizadores.

Uso decorativo e no Paisagismo:

 

O ácer vermelho e o verde são muito usados em cidades serranas.

Em Gramado no Rio Grande do Sul várias ruas foram arborizadas com estas árvores, causando atração, não só na época do outono, mas durante todo o ano, pelo belo efeito de sua folhagem.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: wlcutler