Termos utilizados em Artesanato. As palavras e definições!

Escrito por

 

 Glossário de Artesanato

Se voce não compreende alguma palavra usada por gente do Artesanato, procure aqui possivelmente irá encontra-la!

– Acabamento – É a ultima camada de tinta, verniz ou cera aplicada em um trabalho, ou seja a finalização do trabalho.

– Adesão – Propriedade de uma tinta, ou qq matéria prima de se fixar á base onde são aplicados.

– Aguada – Uma camada de pintura feita com a tinta diluída, que matiza a pintura anterior, sem mudar ou esconder sua cor.

– Aguarrás – Solvente geralmente utilizado na lavagem dos pincéis.
Também pode ser usada para diluir uma tinta na execução de determinadas técnicas.

– Aquarela – Tinta á base de água, pronta para o uso.
Também é o nome da técnica e do trabalho desenvolvido com essa tinta.

– Base – É a demão que prepara a superfície a ser trabalhada.
Geralmente se usa a base para artesanato, pois foi especialmente formulada para essa finalidade.

– Betume da Judéia – Líquido escuro e viscoso derivado do petróleo que é usado para técnicas de envelhecimento da peça.
Pode ser aplicado diluído, ou ser misturado á cera. Diluente – Aguarrás.

– Biscuit – Biscuit são esculturas modeladas a partir de uma massa feita com amido de milho, cola, vaselina líquida, etc
Com essa massa os artistas preparam adornos ou esculturas de todo tipo.

– Camada – Cada demão de tinta, verniz, ou massa.

– Carregar – Colocar muita tinta no pincel.

– Ceras – Utilizadas para proteger a superfície pintada da madeira, quando não se quer utilizar um verniz .
Podem ser usadas as ceras caseiras, ceras para carros ou cera de carnaúba, desde que sejam em pasta e incolor..

– Círculo Cromático – É essencial conhecer as cores no que se refere ás misturas e combinações.
Sabendo utilizar o círculo cromático, o artista consegue que um trabalho seja mais harmonizado nas cores, transmitindo suavidade, ou não; dependendo do objetivo que se quer atingir no artesanato.

– Cobertura – Capacidade de uma tinta em cobrir a camada anterior.

– Corantes – Servem para dar cor á tintas e vernizes. Podem ser líquidos ou em pó.

– Customização – Customizar é transformar, modificar, dar a nossa personalidade a uma peça de roupa ou acessório.
Em todos os seguimentos pelo mundo afora , estão costumizando suas criações, rebordando, rasgando, esgarçando, bordando e reinventando.

– Demão – Cada camada de tinta ou verniz.

– Diluentes – Solventes líquidos usados para diluir tintas e vernizes.

– Diluição – Tornar a tinta mais líquida, usando o diluente (produto) adequado á cada tipo.
Os rótulos trazem essa informação.
Aguarraz ou essência de terebintina para tintas á óleo.
Thinner para tinta esmalte.
Agua para tintas acrílicas, aquarelas, guaches, látex, tinta para tecido, etc.

– Envelhecimento – Técnicas que produzem efeitos de envelhecimento ou de muito uso em um trabalho artesanal.

– Envernizar – Aplicar verniz.

– Escovas – De aço, para escovar a madeira obtendo assim pequenas fendas e relevos na mesma.
Escova dental, para “espirrar” a tinta e conseguir aspecto envelhecido em um trabalho.

– Esfumado – A mistura duas cores diretamente na superfície do trabalho para produzir um efeito esfumaçado.

– Esponjas – Podem ser vegetal ou aquelas de uso doméstico.
Dependendo da textura da esponja o efeito final é diferenciado, mais leve ou mais forte.

Termos utilizados em Artesanato– Espátulas – Ferramentas em formatos de pás , em metal ou em plástico, que são utilizadas para aplicar tintas ou massas.

– Essência de Terebintina – Solvente tradicional das tintas á óleo.

– Estêncil – São modelos feitos em acetato ou plástico com desenhos vasados e são usados para aplicar tinta em uma peça artesanal.

– E.V.A – É o Etil Vinil Acetato é aquela borracha não-tôxica que pode ser, aplicada em diversas atividades artesanais.
EVA é um material utilizado no meio educacional enquanto ferramenta didática, e no meio artístico como suporte para peças decoradas
.É um material maleável, opaco, atóxico e que se apresenta em cores vibrantes.
É um material excelente para o trabalho decorativo e artesanal, pela facilidade da montagem das peças.
É um material barato e de fácil aquisição.
Utilizado na confecção de : porta-retratos, sacolas, convites, painéis, “lembrancinhas”, tapetes, marcadores de texto, capas de cadernos, etc.